Banco do Brasil amplia atendimento nas redes sociais

Os clientes do Banco do Brasil vão poder usar a praticidade do Whatsapp e do Twitter para realizar suas transações bancárias, sem precisar acessar o app para mobile ou o internet banking. Assim, o BB segue inovando em soluções de atendimento digital, uma vez que os 66 milhões de clientes já podem fazer transações financeiras pelo Messenger do Facebook, após teste de três meses com cerca de mil clientes. O piloto com o Messenger aponta resultados que indicam satisfação de 80% e acerto na resolução das demandas dos clientes em 77% dos casos.

A nova forma de atendimento alia as funcionalidades das redes sociais e da inteligência artificial, via chatbot, e as informações são criptografadas de ponta a ponta. Além das transações, os clientes poderão tirar dúvidas e também ter atendimento humano com especialistas do Banco, para tirar dúvidas negociais ou técnicas.

No Messenger do Facebook, é possível realizar as seguintes transações: consulta de extrato de conta corrente, checagem da fatura do cartão de crédito, rastreio de cartão, poupança, CDB, fundos de investimento. A previsão é que o cliente consiga, em breve, fazer simulações de investimentos atreladas ao questionário de perfil de investidor, abertura de Conta Fácil e demais transações úteis.

No Whatsapp, estão disponíveis inicialmente oito transações. Consultas a saldos e extratos de conta corrente e poupança, saldo de CDB, extrato de fundos de investimento, rastreio e fatura de cartão. Já pelo Twitter, é possível realizar consultas de saldo e extrato, além de tirar dúvidas. Há também atendimento humano, por meio do SAC – Serviço de Atendimento ao Cliente. Em breve, o Banco do Brasil vai ampliar o acesso para todos os clientes bem como vai aumentar as transações disponíveis tanto para o Whatsapp quanto para o Twitter.

O diretor de Negócios Digitais do BB, Marco Mastroeni, reforça que “A estratégia digital do banco para o futuro prevê o aprimoramento cada vez maior das respostas via inteligência artificial e a integração com os sistemas de informação BB. A ideia é prestar um atendimento completo, personalizado e que antecipe as necessidades dos clientes garantindo a melhor experiência para o Cliente”.

Como funciona
Ao entrar no Facebook, o cliente inicia uma conversa privada com o perfil do Banco do Brasil. Ao responder, o robô questiona se o retorno foi satisfatório. Se não for, é possível solicitar atendimento humano. Para realizar transações, o cliente é direcionado para um ambiente seguro, onde inclui números de agência e conta. O cliente recebe um código de verificação por SMS ou push e indica senha, para receber a informação solicitada no ambiente do Messenger.

Para ser atendido pelo Whatsapp, basta o cliente salvar o contato (61) 4004-0001 em seu celular e iniciar uma conversa pelo aplicativo de bate-papo. Ao solicitar uma transação, como consulta de saldo, por exemplo, indica sua senha de 8 dígitos e o código de ativação que é enviado via push ou SMS. As respostas aparecem no próprio ambiente do Whatsapp, de forma textual. Há ainda um link que permite acessar informações detalhadas. O cliente pode ainda solicitar atendimento humano, com informações ou solicitações de produtos ou serviços e tirar dúvidas técnicas. No Whatsapp a solução ainda está em piloto para todos os funcionários do Banco e 60 mil clientes convidados.

Para acessar o serviço pelo Twitter, o cliente deve enviar mensagem privada para o perfil do BB – @BancodoBrasil. Por lá, também é possível solicitar atendimento humano.

Uso da inteligência artificial no BB
De acordo com o diretor de tecnologia do BB, Gustavo Fosse, que ressalta a conveniência da inteligência artificial (IA) “Aprimorar cada vez mais os nossos serviços com o uso da IA nas interfaces de preferência do cliente faz parte da estratégia de levar novas tecnologias aos clientes, como o objetivo de garantir a agilidade no atendimento, baseado na inovação, tecnologia e na facilidade de acesso aos serviços bancários, de forma ágil e segura.”

Há pouco mais de um ano, o BB adotou Watson para auxiliar os funcionários a agilizar o atendimento e responder a dúvidas e solicitações dos clientes. Em agosto do ano passado, a instituição ampliou o uso da inteligência artificial para seu novo canal de atendimento pelo Messenger do Facebook para tirar as principais dúvidas dos clientes sobre sua conta ou serviços oferecidos pelo banco. O assistente cognitivo responde em linguagem natural e aprende continuamente de acordo com as interações e dúvidas dos usuários.

De lá pra cá, foram mais de 500 mil Interações e cerca de 60 mil clientes respondidos com informações sobre os mais diversos temas, como: atendimento, cartão, conta corrente, investimentos, linhas de crédito, solução de dividas, programa de relacionamento e câmbio.

A interação pelo chatbot representa 70% dos atendimentos feitos pelo BB na rede social. Quando é necessário algum tipo de interação humana, o atendimento é encaminhado para funcionários do banco.

Pesquisa
Estudo promovido pela agência We Are Social e a plataforma Hootsuite sobre o uso de internet e redes sociais no mundo, em 2017, indica que o Brasil é o terceiro país no ranking que aponta quem passa mais tempo na internet. Os brasileiros gastam, em média, nove horas por dia navegando na web. O país também aparece entre os primeiros quando o assunto o tempo gasto nas redes sociais: são mais de três horas diárias.

 


 

Anúncios

COPA DO MUNDO E FESTAS JUNINAS: COSERN REFORÇA NECESSIDADE DE LIGAÇÕES PROVISÓRIAS PARA REALIZAÇÃO DE EVENTO

 

Em meio às comemorações dos jogos da Copa do Mundo 2018 e dos festejos juninos, a Cosern, empresa do Grupo Neoenergia, reforça as orientações de segurança que faz durante todo o ano e alerta os organizadores de festas e comerciantes (principalmente os donos de barracas de fogos de artifício, alimentos e bebidas) para a necessidade de fazer uso das ligações provisórias de energia elétrica fornecida pela Concessionária como forma de prevenir acidentes.

As solicitações podem ser feitas em qualquer Loja de Atendimento da Concessionária e a Cosern ressalta que não é possível fazer ligações provisórias de cargas móveis a carroças, vans e caminhões.

Ligações clandestinas que por ventura forem identificadas nos locais de festa serão retiradas imediatamente pelas equipes da Cosern. O desvio de energia elétrica é crime, previsto no artigo 155 do Código Penal, e a pena pode chegar a quatro anos de reclusão.

Além de crime, o “gato” representa risco de morte a quem faz e a quem está próximo, a infração causa prejuízo na qualidade do fornecimento de energia e parte do prejuízo é dividida por todos os consumidores na hora do reajuste tarifário homologado pela Aneel anualmente.

Como solicitar a ligação provisória:

As solicitações podem ser feitas no horário comercial com a antecedência de, pelo menos, quatro dias do início da utilização da carga. Os interessados devem apresentar a licença de funcionamento concedida pela prefeitura da cidade onde será instalado a medição provisória e, no caso de ligações em área de praia, será exigida a apresentação da portaria de permissão de uso do Patrimônio da União. Também devem ser apresentados documentos de identidade e CPF ou outro documento oficial com foto, além de ser necessário informar os equipamentos que serão instalados.

Ao declarar informações como a carga a ser utilizada e o período de uso da energia, o cliente receberá uma “Fatura de Caução” que deve ser paga e reapresentada no atendimento para liberação da ligação, conforme as características informadas. Para assegurar o fornecimento, também será necessário pagar uma taxa, referente aos serviços de vistoria, ligação e desligamento da energia. É importante que o comerciante observe e informe à Cosern a existência de rede elétrica no trecho onde pretende se instalar.

Também será necessário que o cliente instale o padrão de entrada para receber a ligação provisória de energia. No ato da solicitação, ele receberá todas as orientações técnicas referentes à instalação (No site da Cosern também é possível tirar todas as dúvidas sobre a norma para instalação do padrão de entrada de ligação provisória. Clique na aba “Residencial e Rural” e depois em “Padrão de Entrada”).

Campanha de Vacinação contra Influenza segue até dia 22

 A campanha de vacinação contra Influenza, iniciada em 23 de abril, foi prorrogada até 22 de junho em todos os postos de vacinação do Rio Grande do Norte. Até o momento, o estado aplicou 776.762 mil doses, o que corresponde a uma cobertura vacinal de 84,5% do público alvo. O estado se encontra em 6º lugar no Nordeste e 13º do país em números de cobertura vacinal.

Devem se vacinar até o próximo dia 22 as crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), indivíduos a partir dos 60 anos, trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

Segundo a coordenadora estadual de imunização Katiucia Roseli, entre os grupos prioritários, aqueles que precisam de uma atenção especial nessa reta final da campanha são os de crianças, gestantes e idosos, pois ainda não atingiram a meta. Os demais grupos já alcançaram a meta mínima dos 90%.

“Orientamos a toda população inserida nos grupos prioritários e que ainda não se vacinou a procurar a unidade básica de saúde mais próxima de sua residência. Em especial as crianças, idosos, gestantes e pessoas com comorbidades, por se enquadrarem em grupos com grande suscetibilidade às complicações causadas pela influenza”, a coordenadora.

Fecomércio e Sicomércio RN informam horário diferenciado do comércio durante Copa do Mundo

 A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Rio Grande do Norte e o Sindicato do Comércio Varejista e de Serviços do Rio Grande do Norte informam o funcionamento do comércio natalense durante a Copa do Mundo de Futebol, na Rússia.

Nos dias dos jogos da seleção brasileira, o comércio irá a funcionar em horário diferenciado. Após reunião com os lojistas, ficou acordado que nos dias de jogos do Brasil na primeira fase, o comércio fechará 1 hora antes e abrirá 1 hora depois de cada jogo.

Caso a equipe brasileira avance para a segunda fase, haverá uma nova reunião entre os lojistas para acordar o horário de funcionamento do comércio.

Consumo para a Copa do Mundo ainda não empolga em todo o país, mas média de intenção do potiguar é maior que a nacional

 

Enquanto no país 24,1% das pessoas afirmam que pretendem consumir produtos ligados ao evento, no RN esta média é de 28,2%, segundo a CNC

Faltando três dias para a bola rolar na Copa do Mundo da Rússia, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgou nesta segunda-feira, 11, o resultado da pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias de produtos relacionados ao Mundial de Futebol 2018. No Rio Grande do Norte, apenas 28,2% das famílias potiguares irão às compras durante a Copa, número é superior à média nacional que registrou 24,1% de intenções de consumo.

“Apesar do número do Rio Grande do Norte ser 4.1 pontos percentuais maior que a média nacional, o levantamento mostra que a população não se empolgou ainda com a Copa do Mundo de Futebol e isso se deve, a nosso ver, muito ao cenário ainda complicado da nossa economia. Não podemos esquecer que temos mais de 13% da nossa população desempregada, sendo que no RN são quase 15%. Temos, também, índices ainda altos de inadimplência e endividamento. Mas nós temos a expectativa de que, a medida em que os jogos forem acontecendo e, de acordo com o desempenho da nossa seleção, possamos registrar um aquecimento maior nestas vendas, o que será muito positivo para o comércio”, afirmou o presidente em exercício da Fecomércio RN, Gilberto Costa.

A intenção de gasto apontada pela maioria dos entrevistados (41,1%) foi de mais R$ 300, 23,4% vão gastar até R$ 100 e 22% dos entrevistados pretendem desembolsar até R$ 200. Os produtos mais procurados pelos consumidores serão itens de vestuário masculino, feminino e infantil (9,4%), alimentos e bebidas (8,2%); e aparelhos televisores (7,4%).

A pesquisa da CNC também apurou em qual local será o consumo do principal item de consumo, alimentos e bebidas. Mais de 65% irão consumir os produtos em casa, contra 17% das intenções voltadas para o consumir em bares e restaurantes.

Brasil

A pesquisa, foi realizada em todas as capitais do país e suas respectivas regiões metropolitanas, entrevistando cerca de 18 mil consumidores. O resultado da pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias de produtos relacionados ao Mundial de Futebol 2018, mostrou que apenas 24% das famílias brasileiras irão às compras durante a Copa. O número representa menos da metade do que foi registrado em pesquisa semelhante realizada na Copa do Mundo do Brasil, em 2014 (50,1%).

Em relação aos gastos, 51,6% pretendem gastar pelo menos R$ 200 e 39,2% declararam intenções de consumir mais de R$ 300. Os itens mais procurados serão: alimentos e bebidas (9,9%); itens de vestuário masculino, feminino e infantil (7,5%) e aparelhos televisores (4,3%). Em relação a Copa passada, os gastos serão menores, 21,5%, 14,3% e 13,3%, respectivamente.

Os brasileiros (53,2%) vão consumir os produtos em casa e 18,8% vão para bares e restaurantes. Para 28%, não haverá diferença significativa quanto ao local de consumo de alimentos e bebidas.

Entre as capitais, os consumidores de Porto Alegre (72,7%), Macapá (72,5%) e Palmas (70,5%) apresentaram as maiores propensões a consumir alimentos e bebidas no domicílio, enquanto os de Belém (31,3%), Curitiba (24,9%) e Salvador (24,6%) tendem a se destacar no consumo fora do domicílio.

 

Fonte: Fecomercio

Termina nesta sexta-feira (15) a vacinação contra Influenza para os grupos prioritários

A campanha de vacinação contra a Influenza, iniciada em 23 de abril, segue até o próximo dia 15 de junho em todos os postos de vacinação do Rio Grande do Norte. Até o momento o estado aplicou 750.330 mil doses, o que corresponde a uma cobertura vacinal de 81,8% do público alvo. O estado se encontra em quarto lugar no Nordeste e décimo segundo do país em números de cobertura vacinal.

Devem se vacinar até a próxima sexta (15) as crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), indivíduos a partir dos 60 anos, trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

“Orientamos que toda população que se encontrar inserida no grupo prioritário e que ainda não se vacinou que procure a unidade básica de saúde mais próxima de sua residência. Em especial as crianças, idosos, gestantes e pessoas com comorbidades, por se enquadrarem em grupos com grande suscetibilidade às complicações causadas pela influenza e por não terem atingido ainda a meta para esta campanha”, explicou Katiucia Roseli, coordenadora estadual de imunização.

Justiça Federal determina que prefeitura de Parnamirim abasteça Maternidade e UPA até terça-feira

Pedido do CREMERN foi atendido pela 4ª Vara da Justiça Federal depois de Ação Civil Pública

A 4ª Vara da Justiça Federal deferiu o pedido da Ação Civil Pública, movida pelo Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte – Cremern contra a Prefeitura de Parnamirim, para que disponibilize insumos e medicamentos para Maternidade Divino Amor e Unidade de Pronto Atendimento – UPA Enfermeira Maria Nazaré Silva dos Santos.

A decisão foi dada pela Juíza Gisele Maria da Silva Araújo Leite na noite dessa quinta-feira (07). Na decisão consta: “Defiro o pedido de medida liminar, para determinar que no prazo de 120 (cento e vinte) horas, contado de sua intimação, é dizer, até o dia 12/06/2018, promova o abastecimento da Maternidade Divino Amor e para Unidade de Pronto Atendimento – UPA Enfermeira Maria Nazaré Silva dos Santos (UPA Nova Esperança), com materiais e medicamentos necessários para que não ocorra suspensão dos serviços de saúde nestas unidades”.

Nos autos da ação, o Conselho descrimina as constantes denúncias recebidas pela falta de condições básicas de trabalho, pelo desabastecimento da Maternidade Divino Amor e na UPA Nova Esperança, conforme também foi constatado pelo Departamento de Fiscalização do CREMERN na semana passada.