Encontro discute melhorias no tratamento de HIV

Melhorar o tratamento de portadores do vírus HIV. Esse é o objetivo do “1º Encontro Estadual para o Fortalecimento das Estratégias de Adesão a Tratamento com Antiretrovirais do RN”, que acontecerá nesta segunda (30) e terça-feira (31), no Praia Mar Hotel, em Ponta Negra. O evento, que vai ocorrer durante todo o dia, tem a proposta de diminuir a morbimortabilidade causada pela infecção e estimular o autocuidado, além de trabalhar a prevenção da transmissão do vírus.

De acordo com a responsável técnica do Programa Estadual de DST/Aids da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), Sônia Cristina Lins da Silva, o encontro compreende o cumprimento da primeira etapa de um processo coletivo de planejamento. “O processo foi impulsionado pelo Programa Estadual desde maio de 2010 e conta com a participação dos profissionais dos Serviços de Atenção Especializada em DST/Aids (SAEs) e do Movimento de Pessoas que vivem com HIV”, explica.

Durante o encontro, serão elaborados documentos com as propostas do Movimento de Pessoas com HIV/Aids e dos Serviços de Atenção Especializada do RN, para as ações do Plano de Adesão ao Tratamento Antiretroviral (ARV) do Estado.

Sônia explicou que o objetivo é formular ações de adesão ao tratamento ARV. “Uma vez implementadas pelos serviços, elas vão fortalecer a resposta à epidemia, diminuir a morbimortalidade da infecção e estimular as estratégias pessoais de autocuidado”.

O evento será também uma oportunidade de divulgação e discussão da nota técnica que orienta a reorganização do fluxo de diagnóstico de HIV no Rio Grande do Norte, com base na Portaria de número 151/2009-SVS/MS. “Será uma busca conjunta pela melhoria de acesso ao diagnóstico sorológico em tempo hábil, já que hoje um resultado para HIV demora em média 30 dias, prazo que aumenta com a distância da capital”, informa Cristina.

O encontro contará com representantes da Sesap, Ministério da Saúde, Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva (NESC) e lideranças nacionais e regionais do Movimento Social de Pessoas que vivem com HIV/Aids.

Anúncios

Premio via livre de Jornalismo

Segundo informações de uma fonte segura, que tenho na prefeitura, o premio via livre de jornalismo poderá não acontecer, como era previsto para o final deste ano.

A fonte informaou que não há dinheiro para o pagamento dos prêmios para os vencedores do concurso de premio via livre de jornalismo e talvez o concurso não aconteça, mais uma vez esta ai a palhaçada.

Minha pergunta é… Não tem dinheiro? ou o dinheiro que era para ser usado no concurso vai ser desviado para as campanhas políticas?

A Informação e o comentario  é do blog de Ney Douglas

http://www.nabocadomundo.com/posts/ler/25/ney_douglas