Medicina popular e práticas integrativas são discutidas no Agosto da Alegria

As tradicionais práticas de medicina popular como a antiga parteira, rezadeira, benzedeira, raizeira e até as qualidades de curandeiras de mães e pais de santo, tão corriqueiras na sociedade nordestina, estarão em evidência na programação relativa à Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) do Agosto da Alegria. Uma mesa redonda, promovida pela Coordenadoria de Promoção à Saúde (CPS), vai discutir, nesta quinta-feira (01), as práticas integrativas e complementares na Saúde. O evento ocorrerá, a partir das 8h, no Teatro de Cultura Popular, na Rua Jundiaí, ao lado da Fundação José Augusto.

Os debates contarão com a participação do Secretário de Estado da Saúde Pública, Domício Arruda, e da ex-secretária adjunta da Sesap, Ana Tânia Sampaio, representantes do Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, além de praticantes da medicina popular. Pela manhã, o tema será “Pluralização e ampliação do conceito de saúde em 20 anos de SUS”, das 8h às 12h. Já à tarde, a discussão terá como foco as “Experiências em Práticas Populares em Saúde”, das 14 às 17h.

De acordo com Rossi Linhares, da Subcoordenadoria de Informação, Educação e Comunicação da Sesap (SIEC), o evento trata da importância de atividades que vêm sendo praticadas ao longo dos tempos na sociedade nordestina, principalmente no meio interiorano. “Há ainda muitas parteiras em atividade, bem como rezadeiras e benzedeiras, que prestam um papel muito importante tanto no âmbito social, quanto cultural, além de promoverem o bem-estar à saúde coletiva”, disse Rossi. Para ele, os debates sobre o assunto servem para expandir os limites da saúde, para que seja uma prática coletiva e comum, reunindo a medicina de base ou de raiz à medicina científica, de modo a repercutir diretamente na humanização do atendimento.

A discussão recobrará a questão da humanização dos atendimentos no SUS, norteada pela indagação sobre “por que a população busca mais os centros religiosos do que os postos de saúde para a cura”. As práticas integrativas são um tipo de assistência e atenção que tratam a saúde de forma integralizada e complementam a medicina tradicional.

Centro de Reabilitação Infantil comemora Dia do Nutricionista

O Centro de Reabilitação Infantil (CRI), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), promoveu, na manhã desta quarta-feira (31), no Parque das Dunas, uma programação especial em torno do Dia do Nutricionista, comemorado em 31 de agosto. Participaram do evento nutricionistas, educadores físicos, fonoaudiólogos e terapeutas ocupacionais, além das mães e crianças atendidas no CRI.

 

O Diretor Técnico, Sueldo Queiroz, ressaltou que a comemoração faz parte do calendário de eventos do CRI, idealizado como uma oportunidade de envolver mães e pacientes em atividades divertidas, saudáveis e lúdicas. “Nossa meta é prestar um atendimento o mais humanizado possível e entendemos que quando as mães são corretamente instruídas elas podem colaborar bastante com a evolução dos filhos. A nutrição é fundamental no tratamento das crianças, pois a alimentação influencia tanto no fortalecimento do sistema imunológico como no desenvolvimento motor”.

 

No Parque das Dunas a orientação nutricional foi passada por meio de uma dinâmica de sinais, que associava as cores verde, amarela e vermelha a alimentos que devem ser consumidos todos os dias, uma vez por semana ou uma vez por mês, respectivamente. “Nossa proposta foi tirar as crianças do CRI e trazê-las para um ambiente diferente”, explica a nutricionista Caroline Dias.

 

As mães e crianças participaram ativamente, e aproveitaram a oportunidade para aprender. Aguacira Pereira, mãe de Amanda Cecília, de 5 anos, atendida há quatro meses no CRI, afirmou que a técnica dos sinais facilitou o entendimento. “Sempre vejo na televisão reportagens sobre alimentação saudável, mas bem explicado assim foi a primeira vez que vi; agora ficou mais fácil”.

 

Além do Dia do Nutricionista foi comemorado também o Dia do Educador Físico, celebrado em 1º de setembro. E para mostrar que atividade física combina com alimentação saudável os participantes foram divididos em três grupos para realização de corrida de aventura, corrida infantil e caminhada. Ao final todos se confraternizaram com um lanche saudável.

 

 

Sesap divulga boletim sobre epidemia da Aids no RN

O Programa Estadual de DST/AIDS e Hepatites Virais da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgou, nesta quarta-feira (31), o boletim epidemiológico anual que apresenta um retrato da epidemia da AIDS no Rio Grande do Norte, além dos casos de sífilis e hepatites.

A publicação está disponível no site da Sesap (www.saude.rn.gov.br), no canto esquerdo da tela, na seção “Saúde em Destaque”, clicando em “Boletins”. Os dados do boletim foram contabilizados até dezembro de 2010.

AIDS

De acordo com o Departamento Nacional de DST, AIDS e Hepatites Virais o Rio Grande do Norte encontra-se em 21º lugar, no Brasil, em número de casos de AIDS em adultos. De 2000 a 2010 foram diagnosticados 2.723 casos de AIDS em adultos no Estado. Cerca de 60% destes casos concentram-se na área metropolitana.

A epidemia atinge principalmente os homens, na faixa etária dos 25 aos 49 anos de idade. Foram registrados no RN, de 2000 a 2010, 697 casos de óbitos por AIDS (69% para homens e 31% para mulheres).

Sífilis

A notificação da sífilis no RN passou a ser obrigatória no ano de 2007. Desde então, até o ano de 2010, foram diagnosticados 600 casos da doença no Estado. Somente em 2010, foram 193 casos registrados, apenas 20% do esperado, o que representa que ainda há grande subnotificação no Estado.

Apesar disto, o Rio Grande do Norte vem mostrando um aumento no coeficiente de detecção da sífilis em gestantes desde o ano de 2008, o que reflete uma melhoria na qualidade da notificação ao longo desses anos.

Hepatites

 

Entre os anos de 2005 e 2010, no Rio Grande do Norte, foram registrados 2.167 casos de Hepatite A, 210 casos de Hepatite B e 306 casos de Hepatite C.

A hepatite A é causada por meio de água e alimentos contaminados, estando relacionada com infra-estrutura de saneamento básico. A hepatite B é transmitida principalmente por via sexual sendo predominante em adultos de 20 a 49 anos. A hepatite C possui alto índice de cronificação, concentrando-se na faixa etária de 50 a 64 anos.

Dia do Nutricionista é comemorado nesta quarta-feira (31)

Celebrado, nesta quarta-feira (31), o Dia do Nutricionista contará com uma extensa programação promovida pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) nos hospitais e unidades de referência.

O Centro de Reabilitação Infantil (CRI) realiza, a partir das 8h, no Anfiteatro do Parque das Dunas, dinâmicas com os pais e crianças e palestra sobre bons hábitos de alimentação.

O Hospital Giselda Trigueiro inicia sua programação, a partir das 9h, com palestra sobre “Obesidade e suas vertentes”, com a nutricionista Ana Luíza Araújo, e segue com um coffee break com alimentos funcionais, sorteio de brindes e almoço especial no refeitório do hospital. À tarde a programação continua com alongamentos, massagens relaxantes e palestra sobre “Nutrição, estética e esporte”, com a nutricionista Jannaína Reis. O encerramento das comemorações está previsto para às 16h30.

A Divisão de Nutrição e Dietética (DND) do Hospital Walfredo Gurgel inicia sua programação às 9h30, no auditório, com a palestra “Estratégias Nutricionais do Paciente Obeso”, com a professora Célia Regina Barbosa de Araújo. A programação também contará com avaliação nutricional e medição do índice de massa corpórea (IMC) dos participantes.

Caminhada convoca sociedade a apoiar a amamentação

Na manhã desta terça-feira (30), o Grupo Auxiliar da Saúde da Criança e do Adolescente (Gasca) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) promoveu uma caminhada em alusão à Semana Mundial da Amamentação. Os participantes saíram da Praça da Prefeitura do Natal em direção à Praça Pedro Velho (Praça Cívica), munidos de faixas, folders, e engajados em conscientizar a sociedade sobre a importância de incentivar e apoiar a amamentação.

 

Profissionais da Sesap, das Unidades Básicas de Saúde, dos Bancos de Leite de Natal, estudantes, Corpo de Bombeiros e mães que amamentam concentraram esforços em torno da causa. A Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno (WABA) lançou a campanha em todo o mundo, este ano com o tema “Comunique-se! Amamentação: uma experiência em 3D”, para lembrar que o ato de amamentar não depende exclusivamente da mulher, mas necessita também do apoio e envolvimento da família e de todo o meio social no qual a mãe está inserida.

 

Durante o mês de agosto a Sesap, a Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Norte (Sopern), os hospitais ‘Amigos da Criança’ e bancos de leite do Estado desenvolveram diversas atividades de incentivo à amamentação. Foram realizados seminários, palestras, exposições de biscuits mostrando o percurso da amamentação, desde a gravidez até a sala de parto, pós-parto e puerpério, além de exposição de vídeos.

 

A coordenadora do Aleitamento Materno do GASCA/Sesap, Evanuzia Dantas, ressaltou que o mês de agosto foi dedicado a atividades de incentivo à amamentação. “A caminhada marca o encerramento das atividades que foram desenvolvidas ao longo do mês e tem o objetivo de mobilizar a população em torno do tema”.

 

 

Secretário de Saúde recebe os médicos de Macaíba

Em audiência, no final da tarde de ontem (29), na Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), os médicos lotados no Hospital Regional Alfredo Mesquita, em Macaíba, foram recebidos pelo Secretário de Estado da Saúde Pública, Domício Arruda.

 

Os profissionais escutaram do Secretário a garantia que logo após a reforma da Unidade Hospitalar, eles retornarão ao mesmo local de trabalho com infraestrutura mais adequada. “Os médicos não estão sendo transferidos. Criaremos escalas de reforço nos hospitais que estão com déficit de profissionais, evitando assim a superlotação que poderia ser causada com o fechamento do hospital regional”, afirmou o secretário.

 

A princípio, os médicos tentaram reivindicar a possibilidade de continuarem trabalhando na unidade com a obra, mas o secretário explicou sobre o espaço físico não suportar o atendimento, enquanto durar a reforma, que foi ampliada.

 

“A Governadora autorizou mais 300 mil reais para a obra, somados aos 600 mil reais do convênio com a Caixa Econômica Federal”, disse Domício Arruda. No final da audiência, médicos e Sesap encaminharam a possibilidade da negociação dos locais para os quais serão remanejados, para o cumprimento dos plantões. Aqueles que possuem direitos adquiridos de férias anuais ou licenças prêmio poderão utilizá-las nesse período.