Melhorias no Hospital Tarcísio Maia aumentam qualidade do atendimento

O novo modelo de gestão implantado no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), em Mossoró, vem possibilitando avanços no hospital, que se refletem no aumento da qualidade do atendimento, bem como em melhores condições de trabalho para os servidores.

Entre as melhorias destacam-se a diminuição dos índices de mortalidade, de infecção hospitalar e do período de internamento dos pacientes, maior agilidade nos atendimentos do pronto-socorro, além de redução para cerca de 15% no número de pacientes em espera por cirurgias ortopédicas.

Outro avanço consiste no serviço de telemedicina, com a realização de eletrocardiogramas e tomografias. Assim, os laudos desses exames, que antes demoravam 40 dias, podem ser obtidos em até 30 minutos. Mais uma melhoria diz respeito à escala geral do hospital, que a partir de novembro funcionará com 95% de preenchimento em todas as especialidades médicas.

Além disso, vêm sendo ministrados vários cursos direcionados a todos os setores da unidade hospitalar, em parceria com o SAMU e com universidades públicas e privadas. Inclusive, em todas as quintas-feiras, os servidores têm contado com uma programação científica e cultural.

Mais um destaque é a implantação, prevista para o próximo ano, de um setor de gestão ambiental, em parceria com a Universidade Potiguar, com o objetivo de coordenar todas as ações relacionadas ao uso de energias renováveis e não renováveis e ao destino adequado dos resíduos hospitalares.

Também em termos de gestão, foi eleito um novo conselho de ética, bem como foram instituídos colegiados gestores e várias comissões, como a de prontuários, de óbitos, transfusional, de ensino e pesquisa, de documentação e registros, de nutrição e de humanização, com vistas à oferta de um serviço de qualidade.

Anúncios

Curso de Fotografia – Turma de Novembro

Para aqueles que têm uma câmera na mão e são apaixonados por fotografia, a última chance (esse ano) para aprender a bater fotografia como um profissional, vai acontece no início de novembro.
Estão abertas as inscrições para o Curso de Fotografia Básica.  O curso é indicado para todos aqueles que querem aprender a utilizar os recursos da sua câmera digital oferece, ao mesmo tempo, aprendendo todas as técnicas e macetes para fazer uma foto profissional.
Não é necessário ter nenhum conhecimento prévio sobre fotografia, pois o curso abordará desde as noções básicas até as técnicas mais elaboradas. Nos dias de aula prática, a turma passará a manhã inteira fotografando os pontos turísticos e históricos de Natal, dando ênfase a técnica fotográfica aliada ao re-encontro com a cidade, dessa vez, com um olhar diferenciado.
O Curso de Fotografia para iniciantes terá a duração de 06 sábados, com uma viagem final para uma expedição fotográfica em um domingo. O curso começará no dia 04 de novembro(sábado), das 8 às 10 da manhã e será ministrado pelo jornalista e fotógrafo Alex Gurgel, que também é o presidente da Associação Potiguar de Fotografia (Aphoto).
Curso de Fotografia
Quando: 04 de novembro (sábado)
Horário: das 08h00 às 10h00
Onde: Practical Cursos (por trás da igreja do galo)
Valor: R$ 280, 00 (ou 2 X R$ 150,00)
Informações: 3211-5436 / 8896-5436

Profissionais da área médica e jurídica discutem a ortopedia no SUS do RN

O serviço de ortopedia do Sistema Único de Saúde (SUS) no Rio Grande do Norte foi tema de debate na noite desta quinta-feira (27), no auditório da sede da Justiça Federal do Rio Grande do Norte. O I Ciclo de Debates sobre Ortopedia no SUS foi promovido pelo Comitê Interinstitucional de Resolução Administrativa de Demandas da Saúde (CIRADS), em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e demais instituições da área médica e jurídica.

O CIRADS tem o objetivo de solucionar, administrativamente, as demandas envolvendo o cidadão e o Sistema Único de Saúde (SUS), por isso é constituído por meio de um Acordo de Cooperação Técnica entre a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), Procuradoria da União no RN (PU/RN), Defensoria Pública da União (DPU/RN), Procuradoria Geral do Estado (PGE/RN), Procuradoria Geral do Município do Natal (PGMN/RN) e Secretaria de Saúde do Natal (SMS/Natal). “Já abordamos temas como a assistência farmacêutica e a oncologia e hoje estamos aqui para colocarmos em discussão o atendimento em ortopedia, mais um tema de grande repercussão”, explica Thiago Pereira, coordenador do CIRADS.

O debate foi mediado pelo médico Jean Valber, coordenador da Ortopedia no Estado, e contou com a participação do médico ortopedista do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia, Dr. Tito Rocha, e Julimar Nogueira, representante da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia. O coordenador da Ortopedia no Estado ressalta que o debate é uma oportunidade de explicar ao jurídico como funciona a Rede de atendimento em ortopedia no RN e os problemas vivenciados. “Sabemos que a judicialização tem onerado a saúde”.

Para o médico ortopedista do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia, Tito Rocha, o problema do serviço de ortopedia no sistema público de saúde não está restrito ao Rio Grande do Norte. “Em vários lugares não existe a formação de uma Rede eficiente; percebemos que o atendimento é fragmentado e falta uma efetiva regulação do sistema”.

O evento teve como público-alvo gestores e servidores públicos com atuação na área da saúde, médicos, juízes, promotores, advogados e demais membros da sociedade com interesse no tema.

Sesap intensifica ações para aumentar mamografias

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde, implementou, ao longo deste mês, ações para aumentar o número de mamografias na faixa etária de 50 a 69 anos, considerada prioritária no combate ao câncer de mama, pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca). A intensificação dessas ações se deve à participação da Sesap no movimento mundial “Outubro Rosa”, cujo objetivo é conscientizar a população quanto à importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

O nome do movimento – iniciado nos Estados Unidos, em 1997 – remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra esse tipo de câncer. No Brasil, a campanha ganhou força em outubro de 2002, quando vários monumentos foram iluminados com essa cor. Sob a coordenação da Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama, várias ações educativas vêm sendo desenvolvidas para esclarecer sobre a importância do exame clínico sistemático das mamas e da realização de mamografias.

“Movimentos como esse contribuem para alertar a população para a necessidade da prevenção e do conhecimento do próprio corpo, bem como dos direitos referentes ao diagnóstico, tratamento e cuidados paliativos”, afirmou a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesap, Juliana Araújo.

Segundo tipo mais frequente no mundo, o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres, correspondendo a 22% dos casos novos a cada ano. No Estado, foram registrados, em 2010, 540 casos novos, de acordo com o Núcleo de Doenças e Agravos Não Transmissíveis da Sesap. Segundo o Inca, o diagnóstico precoce, para início imediato do tratamento, permite um prognóstico relativamente bom.

O RN conta com 46 serviços de mamografias credenciados no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde como prestadores públicos e privados. A Saúde Pública dispõe de 12 serviços, tendo cada mamógrafo capacidade para realizar, em média, 400 exames por mês. Em 2010, foram feitas 39.651 mamografias nas várias faixas etárias.

Sesap divulga novos números da dengue

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgou, nesta terça-feira (25), por meio do Programa Estadual de Controle da Dengue, o novo boletim epidemiológico da doença. Desde o início do ano até o último dia 08, o RN contabiliza um total de 25.967 casos notificados como suspeitos, dos quais 11.580 foram confirmados.

Conforme os últimos dados, o quantitativo de municípios do Estado que apresentam incidência alta da doença corresponde a 112, enquanto 41 estão com média, 13 com baixa e 1 com incidência silenciosa. O município de Natal permanece com incidência alta, registrando o maior número de notificações de casos suspeitos do RN (8.833). Em seguida, estão os seguintes municípios: Mossoró (2.336), Parnamirim (1.703), Santa Cruz (1.052), São Gonçalo do Amarante (678), João Câmara (644), Macaíba (533), Nova Cruz (440) e Pau dos Ferros (403).

O Programa Estadual de Controle da Dengue alerta a população para a importância das medidas de prevenção, principalmente por meio da eliminação de criadouros, para combater a dengue.