Aeroporto Aluizio ALves (19)

Aeroporto Aluizio ALves

Aeroporto Aluizio ALves (2)

Aeroporto Aluizio ALves (15)

Apesar de ainda não ter levantado voos, o Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, já traça planos para alcançar alturas maiores. O objetivo é transformar, nos próximos anos, a área de entorno ao terminal em um pólo de indústria e serviços. De acordo com o Consórcio Inframérica, gestor do aeroporto, pelo menos dois empreendimentos estão próximos do pontapé inicial: a construção de um hotel e a expansão do terminal de cargas de 4 mil para 40 mil metros quadrados, atraindo industrias de alto nível para o sítio aeroportuário.

Segundo o CEO do consórcio, Alysson Paolinelli, a abertura do novo aeroporto, que acontece amanhã (31), às 8h30, é apenas o primeira fase do investimento. “Temos uma área para muitos empreendimentos além da estrutura base, que são o terminal e o posto de combustíveis. O aeroporto cumpre a primeira etapa agora, que é a entrega. A nossa função, enquanto operadora, é transformar essa estrutura em negócios, para eu possa gerar valor no entorno, que ajudem a população e a comunidade em volta. A expansão é um processo contínuo”, afirmou, em entrevista nesta quinta-feira à TRIBUNA DO NORTE.

Na manhã de ontem, quando a reportagem visitou o terminal, os últimos ajustes ainda estavam sendo feitos nas estruturas. Cerca de 1300 pessoas ainda fazem os últimos acabamentos no terminal, como limpeza, pintura, instalação de cadeiras e polimento de janelas.

Na última quarta-feira (28), o aeroporto também passou por um simulado de operação, sob vistoria da Agência Nacional de Aviação Civil. O simulado avaliou as operações de embarque e desembarque e faz parte do processo de homologação do “lado ar” do aeroporto, que também analisa as atividades das companhias aéreas. A Anac informou, por meio de assessoria de imprensa, que o prazo máximo para resultado do processo de homologação é amanhã.

Na quarta, o ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, também visitou o terminal. Ele ocupou o primeiro vôo a aterrissar no terminal. A Secretaria de Aviação Civil (SAC) informou que “tudo está ocorrendo dentro do planejado” para a finalização do aeroporto.

O ministro não estará presente na abertura de amanhã. A expectativa, segundo a SAC, é que uma solenidade seja realizada antes da Copa. O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves, divulgou no twitter que a solenidade acontece em 7 de junho, com a presença da presidente Dilma Rousseff, mas a Secretaria da Presidência da República não confirmou.

Expansão
Segundo Alysson Paolinelli, a expansão do terminal de cargas deve acontecer em módulos ainda neste ano. Será para 20 mil ou 40 mil m². “O nosso interesse é fechar contrato e começar a construção ainda neste ano. Conseguimos levantar em um ano”, afirmou o CEO.

A oportunidade surgiu a partir do interesse de indústrias em se instalar ao redor do aeroporto. “Alguns projetos têm surgido com o objetivo de transformar Natal em um centro de cargas para o Brasil. Isso já está bem evoluído. São empresas que têm interesse de vir para o Estado em função da nova estrutura”, adiantou Alysson Paolinelli.

Para o consórcio, essa expansão depende da desoneração do imposto cobrado sobre o querosene de aviação. O projeto já foi apresentado ao Governo do Estado, mas ainda está em análise no Gabinete Civil. Neste primeiro momento, o novo aeroporto herda do Augusto Severo a perda de 3 mil vôos nos últimos três anos; 72 vôos diários e apenas três vôos nacionais por semana.

Enquanto a desoneração não sai, alguns projetos caminham, como a atração de indústrias de alto nível, permitindo a conexão com ZPE Macaíba e o transporte aéreo. Já existe uma indústria chinesa de tecnologia interessada em se instalar. A construção de um hotel no entorno do terminal de passageiros também está em negociação.

O que está pronto

Estacionamento
Quem está chegando pela primeira vez ao novo aeroporto se depara com uma grande estrutura, formada por cinco guichês de atendimento, que antecede em dois quilômetros o terminal de passageiros. De acordo com o Consórcio Inframérica, a estrutura não é um pedágio, mas um centro de controle de tráfego, que servirá para organizar o fluxo de entrada e saída do aeroporto. Na saída, o porta-malas do carro é vistoriado. Ao entrar, o passageiro receberá um ticket para o estacionamento do aeroporto, que possui 850 vagas e fica externo ao terminal. O estacionamento será gerido pela empresa Estapar. A expectativa é, pelo menos durante o final de semana de abertura, o estacionamento não seja cobrado aos clientes. O limite de permanência no estacionamento sem pagar taxa é de 20 minutos. A primeira hora custa R$ 8 e a segunda R$ 12. A partir daí, é acrescido R$ 1 a cada hora de uso da  vaga. Uma diária custa R$ 34. A partir de três o valor é fixo em R$100.

Terminais
A reportagem teve acesso apenas ao terminal de passageiros. Com capacidade para receber 6,2 milhões de passageiros por ano, o terminal já está em fase de acabamento.

Os 45 balcões de check-in e seis totens de autoatendimento já foram instalados e possuem o sistema CUTE da Inframérica, que permite o compartilhamento das estruturas entre as companhias aéreas, de acordo com a demanda de cada uma. O embarque doméstico fica do lado direito, e o internacional do lado esquerdo do terminal. Quatro estruturas de raios-x foram instaladas em cada um dos embarques. Logo depois, o fluxo de passageiros deságua em uma área comum de embarque, que é separada por uma porta de vidro apenas quando acontecem os embarques internacionais. Os passageiros poderão embarcar por meio de seis fingers, que atendem a até oito aviões.

O desembarque internacional ainda está em conclusão: falta a instalação de cadeiras, carpete, ajustes finais no teto. A expectativa é que a área seja concluída até domingo, quando o primeiro voo internacional decola para Portugal, pela TAP Linhas Aéreas.

Lojas
O aeroporto contará com 55 lojas, entre varejo e serviços. De acordo com o consórcio gestor do aeroporto, apenas o restaurante Delfina, as três lojas DutyFree, a livraria Hudson News e a Casa do Pão de Queijo estarão abertas até sábado. A expectativa é que pelo menos 20 lojas estejam abertas até o início da Copa do Mundo em Natal. A área de desembarque internacional também contém um “corredor turístico”, onde ficarão instalados guichês de empresa de turismo, táxi ou locação de carros. A previsão era que essas empresas começassem a se instalar hoje.

Táxi
Pelo menos 120 táxis cooperados vão ficar responsáveis pelo transporte de passageiros do novo aeroporto. Os taxistas receberam a concessão da prefeitura e são os únicos autorizados a fazer corridas do aeroporto para outras áreas. Para trabalhar no aeroporto, foi exigido formação em segunda língua e curso específico. Os táxis ficarão na calçada do desembarque, no térreo do terminal. Pelo menos, 13 veículos ficam na área e os demais são direcionados para o estacionamento do aeroporto. Segundo o Demutran, durante o período inicial de operações, a corrida será cobrada apenas pelo valor da quilometragem multiplicado pela distância percorrida. Esse valor resultou em uma tabela criada pela cooperativa com preços para determinadas áreas de Natal. Uma corrida do aeroporto para a Arena das Dunas custa R$ 54. O preço é basicamente o mesmo para Candelária e Potilândia.

Fonte: Tribuna do Norte

Ronaldo reafirma vergonha do Brasil e diz que Copa é vítima do governo

Pouco dias depois de afirmar que sentia vergonha do andamento dos preparativos da Copa do Mundo no Brasil, Ronaldo confirmou suas palavras e lamentou o fato do Brasil não ter um legado positivo após o Mundial e deu mais declarações polêmicas.

“Eu sinalizei principalmente as obras de infraestrutura e não exatamente os estádios, quis dizer as obras que ficariam de legado para a população. Os estádios eram exigência principal da Fifa para fazer a Copa. Os estádios estão quase todos terminados, mal ou bem, vão estar prontos. Como eu disse para a Reuters, a minha vergonha é pela população que esperava realmente esses grandes investimentos, esse grande legado de Copa do Mundo para eles mesmos, para população, reformas de aeroportos, mobilidade urbana. Tudo que foi prometido e não foi entregue. Tem estatística, é noticiado, 30% só vai ser entregue para a Copa do Mundo, essa é minha preocupação, minha vergonha. Maior prejudicado é a população”, disse em sabatina promovida pelo jornal “Folha de S. Paulo”.

Para o ex-atleta, parte da opinião pública culpa a Copa do Mundo por problemas que o país sempre teve. “Não podemos esquecer do país em que vivemos. O brasileiro também tem memória curta. Parece que antes da Copa do Mundo, a saúde, educação, segurança eram perfeitas. A Copa do Mundo é uma grande vítima disso tudo. A grande pena é que tudo que foi prometido antes da Copa do Mundo não será entregue”, resumiu.

Membro do Comitê Organizador Local (COL) responsável pelos preparativos para Copa do Mundo, Ronaldo ainda se declarou a favor das manifestações contra a corrupção.  “Os protestos são sempre válidos. Os protestantes que vão às ruas exigir as coisas que a população tem direito. Mas no momento que tem vândalos mascarados, a polícia tem que conter. Acho que o povo brasileiro está em um momento de exigir coisas em diversos setores. Só que parece que acordou todo mundo e tem muitas opiniões soltas e um pega do outro e ninguém sabe para onde ir”, disse.

Já sobre os atos de vandalismo nessas manifestações,  Ronaldo tem uma opinião radical. “Sobre os vândalos, acho que tem que baixar o cacete neles, tirar da rua”, esbravejou.  Por fim, disse que mesmo os manifestantes deve assistir o Mundial.  “Acho que os protestantes não violentos vão assistir a Copa. Quem aqui quer perder a oportunidade. Ninguém aqui vai estar vivo quando tiver outra Copa no Brasil? E acho que não vai ter, pois a Fifa vai ficar muito traumatizada”, finalizou.

Barbosa anuncia renúncia e aposentadoria do Supremo

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, anunciou nesta quinta-feira que deixará o cargo e se aposentará da corte mais alta do país, segundo relatos dos presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

“O ministro veio se despedir, ele estará deixando o Supremo Tribunal Federal”, disse Renan a jornalistas. “É uma coisa triste, ele vai se aposentar.”

Segundo Alves, Barbosa se aposentará “logo agora antes do recesso”.

“Ele disse que já vinha amadurecendo esse assunto há alguns meses”, disse o presidente da Câmara, acrescentando que Barbosa comunicou a decisão a presidente Dilma Rousseff e que ela tinha ficado “muito surpresa”.

Ao deixar o Congresso, Barbosa não comentou com os jornalistas sobre sua aposentadoria, limitando-se a falar “hoje à tarde” e a mostrar sua ansiedade com a Copa do Mundo. “Não vejo a hora de começar a Copa.”

Primeiro ministro negro do STF, Barbosa ganhou ainda mais notoriedade por ter sido relator do processo do chamado mensalão, que condenou à prisão vários políticos, entre eles o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu.

O nome de Barbosa chegou a ser cogitado para uma candidatura à Presidência ou cargo de destaque na eleição deste ano, mas isso não é mais possível por conta da legislação eleitoral, que determina que magistrados que quiserem se candidatar precisam estar filiados a um partido político e têm de deixar o posto que ocupam seis meses antes da eleição marcada para outubro. Portanto, Barbosa teria que ter deixado a Corte em abril.

O presidente do STF, de 59 anos, também tornou-se notório pelos duros embates com colegas de Corte durante sessões de julgamento, antes mesmo de relatar o processo do mensalão.

Em 2009, por exemplo, ele discutiu com o ministro Gilmar Mendes e, ao pedir respeito ao colega, chegou a afirmar que não era um dos “capangas” de Mendes.

Durante o julgamento do mensalão os embates de Barbosa passaram a ser com o ministro revisor do processo, Ricardo Lewandowski, a quem Barbosa chegou a acusar de atuar como advogado de defesa dos réus e de fazer “chicana”, buscar atrasar o processo.

Nomeado para o Supremo em 2003 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Barbosa assumiu o comando do STF em 2012, em meio ao julgamento do processo do mensalão, esquema de desvio de dinheiro público para compra de apoio parlamentar durante o primeiro mandato de Lula. Procurado, o STF ainda não tinha informações oficiais sobre o assunto.

SAMU 192/RN inicia Plano Operativo para a Copa do Mundo

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192/RN) dá início, neste sábado (31), a implantação do seu Plano Operativo para a Copa do Mundo, com a ativação de três bases descentralizadas temporárias no litoral do estado, nas praias de Búzios, São Miguel do Gostoso e Pipa.

Uma ambulância de Suporte Básico (USB), contando com o apoio de um condutor e um técnico de enfermagem, ficará disponível em cada uma destas praias. As bases temporárias funcionarão de 31 de maio a 15 de julho, servindo como retaguarda nas praias com maior fluxo de turistas.

“Como sabemos que o movimento turístico no estado já vai ter um aumento a partir do início do mês de junho, disponibilizamos viaturas extras que vão cobrir todo o litoral do estado”, disse Cecília Picinin, coordenadora geral do SAMU 192/RN.

A coordenadora também explicou que o SAMU 192/RN vai dar apoio ao SAMU Natal – que atua somente na capital do estado – disponibilizando duas viaturas de suporte avançado (USA), duas de suporte básico (USB), além de cinco segways que ficarão no perímetro externo à Arena das Dunas.

Desde o início do ano o SAMU 192/RN, através do seu Núcleo de Educação Permanente (NEP), também vem realizando capacitações com seus profissionais para atendimento a incidentes com múltiplas vítimas (IMV), com aulas teóricas e simulados.

Transplante de medula óssea é tema de oficina para servidores do Hemonorte

Nesta quinta-feira (29) o Hemocentro do RN realiza, às 19h, no auditório da unidade, uma oficina de atualização em transplante de medula óssea (TMO). A atividade, organizada pelo Serviço Social do Hemonorte, terá palestra da enfermeira da Central de Transplante do Natal Hospital Center, Elka Falcão de Moura e tem por objetivo atualizar e desenvolver novos conhecimentos referentes a TMO.

Segundo a chefe do Serviço Social do Hemonorte, Miriam Mafra, é importante a educação continuada dos profissionais envolvidos com o cadastro e transplantes de medula óssea. “Todos precisam conhecer como a rede de transplante funciona e como o RN está organizado para responder as necessidades do aumento do número de cadastros, tendo como base a qualidade. O Hemonorte já iniciou um trabalho educativo para sensibilização e doação de medula óssea junto às comunidades quilombolas, onde a miscigenação racial é menor”.

Responsável pelo cadastro de doadores de medula no RN, o Hemonorte realizou de janeiro a abril deste ano, mais de 1.500 cadastros de medula óssea. O Brasil ocupa o terceiro lugar, atrás da Alemanha e Estados Unidos, contando com 3 milhões e 200 mil inscritos no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea – REDOME.


Critérios para cadastramento no REDOME:

}  Ter entre 18 e 54 anos de idade;

}  Estar em bom estado geral de saúde;

}  Assinar termo de consentimento;

}  Coleta de 5 ml de sangue.

II Seminário de Direito à Saúde aborda assistência farmacêutica e saúde mental no RN

Em um dos painéis do evento, sobre a Assistência Farmacêutica no Rio Grande do Norte, a diretora da Unidade Central de Agentes Terapêuticos – Unicat, Alaíde Porpino, fez explanação sobre as formas de financiamento dos componentes básico, estratégico e especializado da Assistência Farmacêutica pelo Ministério da Saúde, estados e municípios. Ela explicou que, no RN, a responsabilidade farmacêutica é da Unicat que atualmente atende 33 mil usuários. “Mas até dezembro deste ano esperamos um acréscimo de 12 mil pacientes, com a incorporação da dispensação de colírio para quem faz tratamento de glaucoma. Atendemos 79 tipos de patologias e dispensamos 135 medicamentos”, explicou.

Outra representante da Sesap, a diretora geral do Hospital Psiquiátrico João Machado, médica Elouise Seabra, apresentou a palestra “Judicialização e as Internações Compulsórias”, tend como facilitadora a Procuradora do Estado do Rio Grande do Norte, Adriana Torquato da Silva Ringeisen.

A programação segue nesta sexta-feira (30), das 8h às 18h, com palestras, debates e painéis. Serão apresentados os painéis temáticos: Judicialização da Saúde e a Atividade Judicante, O Dilema da Falta de Leitos de UTI, que terá a participação do secretário da Sesap Luiz Roberto Fonseca, da coordenadora do Complexo de Regulação, Maria da Saudade Machado e do coordenador de Promoção à Saúde, Severino de Azevedo de Oliveira Júnior. E ainda a palestra “O Terceiro Setor e a Saúde” e “Saúde-Doença-Cuidado: dilemas contemporâneos”.

A programação completa pode ser obtida no site www.jfrn.jus.br. http://www.jfrn.gov.br/cursos/docs/programacao-seminario-saude.pdf

MPT/RN quer garantir proteção à saúde e à segurança dos profissionais de comunicação

Veículos de comunicação devem adotar medidas para eliminar riscos, especialmente na cobertura de manifestações sociais e eventos de grande porte

Natal (RN), 28/05/2014 – O Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT/RN) recomendou aos veículos da imprensa local que adotem medidas de proteção à saúde e à segurança dos profissionais de comunicação. O objetivo é eliminar riscos decorrentes das atividades exercidas por eles, em especial na cobertura de manifestações sociais e eventos de grande porte, como a Copa do Mundo. “É preciso garantir a liberdade de imprensa e do exercício da profissão, sem prejuízo à saúde e à vida do profissional”, alerta a procuradora regional do Trabalho Ileana Neiva, que assina a notificação recomendatória.

A notificação destaca que o trabalho dos profissionais de comunicação frequentemente os coloca sob riscos e violências de todo tipo. Para a procuradora, é dever das empresas proporcionar mecanismos que permitam o exercício do trabalho em condições seguras. “O uso de equipamentos de proteção adequados, dentre outras medidas, como um treinamento específico e estudo prévio das situações de risco, que inclua um plano de fuga eficiente em casos de emergência, podem evitar prejuízos irreparáveis”, ressalta.

Como exemplo de vítimas fatais nas coberturas de risco, a procuradora lembra a morte do cinegrafista Santiago Andrade, ocorrida esse ano, atingido por um rojão enquanto cobria manifestação no Rio de Janeiro. Dessa forma, o MPT/RN aponta que as coberturas de risco realizadas por repórter cinematográfico devem ser feitas com a proteção de outro trabalhador.

Segundo explica a procuradora, “na busca pela melhor imagem, o cinegrafista pode alhear-se do perigo ao redor, sendo portanto imprescindível o apoio de alguém”. Além disso, a procuradora enfatiza que a atividade de cinegrafista não deve ser acumulada com a função de motorista, “pois o carro da reportagem já deve estar ligado, caso haja necessidade de saída de emergência do local”, acrescenta ela.

Dentre as medidas recomendadas, os veículos de comunicação precisam fornecer gratuitamente, aos profissionais, equipamentos de proteção individual (EPI), de uso obrigatório, compatíveis com o grau de periculosidade ou insalubridade a ser enfrentado, além de proporcionar o devido treinamento para a correta utilização dos EPIs.

Ainda segundo a notificação, a empresa é obrigada a emitir a Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) em todo caso de acidentes profissionais sofridos pelos comunicadores. O empregador também deve providenciar assistência à saúde e ao seguro de vida, promovendo o acesso à seguridade social e à remuneração adequada, especialmente na realização de trabalhos de risco ou viagens a serviço.

A atuação do MPT/RN teve como base iniciativa semelhante do MPT do Distrito Federal e Tocantins, motivada por relatório que foi elaborado pelo Grupo de Trabalho “Direitos Humanos dos Profissionais de Comunicação”, instituído pela Presidência da República em 2012, diante dos inúmeros casos de violência contra comunicadores.

Acesse aqui a íntegra da Notificação Recomendatória enviada pelo MPT/RN: ftp://ftp.prt21.mpt.gov.br/ascom/Cobertura%20de%20eventos%20de%20risco%20-%20NOTIFICACAO.pdf