Mais da metade dos divorciados se arrepende, diz pesquisa

Uma pesquisa realizada no Reino Unido mostra que mais da metade dos divorciados se arrepende de terem desistido do relacionamento. A pesquisa ouviu 2 mil pessoas, entre homens e mulheres, que estavam divorciados, ao serem questionados se o divórcio foi a escolha certa 54% deles disseram que não.

O arrependimento é tanto que 42% deles consideraram dar uma nova chance ao relacionamento e 21% destes voltaram para seus ex-companheiros. O jornal Extra conversou com a terapeuta de casais Daniela Ervolino que revelou situações parecidas com as reveladas na pesquisa no Brasil.

“Muitos casais se separam por impulso. Cada vez mais as pessoas querem resolver tudo instantaneamente e têm menos paciência para se dedicar ao relacionamento”, afirma.

A terapeuta entende que o arrependimento pelo divórcio acontece pele falta de diálogo na relação. “As pessoas não conversam sobre os problemas por medo de iniciar uma discussão, por preguiça e por achar que o outro já deveria saber determinada coisa. Falar e ouvir é fundamental”.

O jornal ainda levantou as dez principais razões que geram arrependimento: Sentir falta do ex, sentir-se um fracasso, ainda estar apaixonado pelo ex, perceber que o casal não foi razoável na decisão, sentir-se solitário, descobrir que ‘a grama do vizinho nem sempre é mais verde’, ver o ex com um novo parceiro, perceber que os dois são melhores juntos que separados, ter prejuízo no relacionamento com os filhos, ver que a vida dos filhos foi afetada.

Anúncios

“Muitos pastores vão para o inferno”, alerta líder nigeriano

A Nigéria vive por um lado um crescimento da influência dos evangélicos e do outro as constantes ameaças de grupos muçulmanos como o Boko Haram, que ameaça matar todos os cristãos.

Alguns de pastores nigerianos parecer ter um gosto especial pela polêmica. Alguns dias atrás, T.B. Joshua, da Igreja Sinagoga de Todas as Nações, enviou milhares de garrafas de água para curar pessoas infectadas pelo vírus Ebola.

Esta semana, o pastor Chris Oyakhilome, fundador e líder do ministério Embaixada de Cristo, deixou os evangélicos nigerianos chocados ao trazer uma “revelação” durante o culto.

Ao pregar uma mensagem intitulada “As lições de Ló”, pastor Chris afirmou aos fiéis: “Muitos pastores vão para o inferno por não obedecerem a Deus. Alguns não são chamados por Deus, outros tem ministério por razões carnais, há quem esteja no ministério para servir somente a si mesmos”.

O pastor disse que seu país tem visto muitas igrejas dividirem e vários pastores deixam as igrejas onde estavam trabalhando para começar outro ministério por causa de fofocas, brigas, enganos ou pura inveja. Ele disparou “Você precisa aprender a obedecer a Deus em tudo. Eu não quero ver nenhum de vocês em tal situação. Decida obedecer a Deus em tudo “.

Oyakhilome acumula polêmicas na Nigéria, pois é milionário e ensina que todo crente verdadeira tem de ser rico, numa versão extrema da teologia da prosperidade. Afirma que todos os pecados cometidos depois da conversão afetam apenas o corpo e não a alma. Desencoraja que os membros de sua igreja busquem os médicos ressaltando que todos serão curados pela fé, incluindo portadores de HIV, o que já lhe rendeu problemas com o governo.

Suas declarações foram criticadas por líderes nigerianos. Eles lembraram que outras vezes o pastor Chris trouxe “revelações” em seus programas na TV que acabaram não se cumprindo. Com informações de Daily Post

Cresce perseguição a evangélicos na América Latina

Enquanto cristãos são ameaçados e mortos em diferentes países do mundo por causa de sua fé, os evangélicos da América Latina veem aumentar a perseguição contra eles, mas em outros termos. Eles não são decapitados nem crucificados, mas vem sofrendo sanções políticas de seu direito de cultuar livremente.

Medidas de governos tem impedido a abertura de novas igrejas e também tentando fechar os templos já existentes. Na Bolívia, a Associação Nacional dos Evangélicos da Bolívia (ANDEB) trava uma batalha jurídica, que inclui uma petição de Inconstitucionalidade ao Tribunal Constitucional buscando a revogação de leis assinadas pelo presidente Evo Morales.

Defensor do chamado “socialismo bolivariano”, que tem mostrado sua influência em países vizinhos como Venezuela e Brasil, Morales estabeleceu regras que são empecilhos à liberdade religiosa. A advogada Ruth Montaño, que auxilia juridicamente a ANDEB contesta: “Essa lei é totalmente inconstitucional, incongruente com o artigo 4 da Constituição”.

Os evangélicos são minoria no país, cerca de 1,6 milhão de pessoas. O Decreto 1987 e a Lei 351, criados pelo governo de Evo e aprovados pela Assembleia Legislativa da Bolívia, tem como objetivo “regular a concessão e registro da legitimidade para igrejas, grupos religiosos e crenças espirituais, cujos objetivos não envolvem lucro”.

Morales deseja que qualquer organização religiosa no país precise reaplicar para ser considerada legalizada a partir do próximo ano. Para que isso aconteça, as denominações devem apresentar uma “lista autenticada” contendo os nomes, números da carteira de identidade, certidões de impostos e arquivos da polícia de seus líderes, bem como a relação oficial contendo nomes e números de identificação de todos os seus membros.

As igrejas também precisam fornecer um cronograma de todas as suas atividades anuais “para o controle e acompanhamento” pelo Ministério das Relações Exteriores. Quem se negar ou não preencher corretamente a documentação exigida, terá seu registro oficial cancelado, o que levaria ao confisco de propriedades da igreja, proibição de realizar cultos e fechamento de centros de treinamento.

“A ameaça de revogar os documentos que nos legaliza, simplesmente por decisão de um burocrata estatal, viola o devido processo legal”, disse Montaño. Lembrou também que antes de ser eleito, em 2009, Evo Morales defendia um Estado laico e desmentiu todos os rumores que fecharia igrejas. Depois de 5 anos no poder, ele mudou sua perspectiva e esqueceu dos compromissos firmados com líderes na época.

Um dos países mais fechados para o evangelho do continente desde que passou a ser comunista, Cuba aumentou a perseguição religiosa nos últimos anos, segundo comprova um relatório da organização Christian Solidarity Worldwide, com vários registros de hostilidade, tortura e prisões.

Somente no primeiro semestre de 2014, foram registradas 170 violações de liberdade religiosa, tendo dezenas de vítimas. Em contraste, no mesmo período de 2011 foram 120 casos, com 40 vítimas.

O governo cubano emprega táticas brutais incluindo a intimidação de pastores e líderes, ameaças de fechamento das igrejas, confisco de imóveis, demolição de igrejas e prisões temporárias. “É angustiante ver um aumento tão significativo e sustentado de violações relatadas da liberdade religiosa em Cuba”, disse Mervyn Thomas, diretor da CSW. Segundo ele, o governo cubano tem se recusado a permitir que todas as organizações religiosas funcionem legalmente.

Na Costa Rica, as 2.500 igrejas que formam a Aliança Evangélica Costarriquenha estão preocupadas por que o governo impôs novas regras de funcionamento de templos. Com isso, cerca de 1.500 delas seriam proibidas de continuar funcionando.

O presidente do grupo evangélico, Juan Luis Calvo disse que fez um esforço para que todos se enquadrem nas novas exigências, mas que precisa do apoio do governo. Entre elas, estão o isolamento acústico dos templos, uma adequação muito cara para a maioria das igrejas evangélicas. Várias já foram proibidas de funcionar em 2014.

Desde 2005 os evangélicos vêm travando uma luta política contra resoluções do governo que prejudicam o funcionamento livre dos templos, em especial os evangélicos. O governo alega que existem padrões mínimos de segurança e acessibilidade a serem respeitados e que os templos que não se adequarem serão fechados. Enquanto isso, os deputados do partidos ligados aos evangélicos como Renovação Costa Rica (RC), Restauração Nacional (RN) e Aliança Democrática Cristã (ADC), travam uma batalha no âmbito legislativo, mas o governo afirma que não há perseguição. Com informações de CBN, [2], Christian News

Hemonorte debate com servidores o fortalecimento da sistemática de trabalho

O Departamento de Apoio Técnico do Hemonorte (DAT) realiza, no dia 30, às 9h, uma roda de debates, buscando fortalecer o espírito de equipe entre coordenações e colaboradores, e o realinhamento das atividades desenvolvidas pelos setores de Nutrição, Informática, Estatística, Recepção e Serviço Social. É o Projeto “Um dia com meu departamento” que será realizado no Auditório do Hemonorte e contará com a presença de cerca de 60 funcionários.

Segundo a responsável técnica pelo DAT, Rosemary Oliveira, o projeto surge para corrigir as disfunções e implementar melhorias nos setores. Para ela, a prática desta sistemática permite criar sinergia entre a equipe, oportunizando aos servidores discutirem o seu fazer diário, as dificuldades, limitações e anseios.

Além disso, acrescenta Rosemary, o projeto vai socializar a responsabilidade das decisões e consolidar o espírito de equipe, oportunizando o surgimento de ideias inovadoras e melhorias para a operacionalização dos serviços.

Bandas potiguares animarão o maior evento de Fotografia do Rio Grande do Norte

Texto: Sérgio Vilar

Coordenadores da segunda edição do “Foto Riografia do Norte” conseguiram, junto à Fundação Capitania das Artes, na manhã desta quarta-feira (27), o pagamento de cachê para duas bandas potiguares incrementarem a vasta programação montada para o evento, que acontece no IFRN Cidade Alta entre os dias 16 e 18 de outubro, durante os três turnos do dia.

Capitaneada pelo presidente da Associação Potiguar de Fotografia, Alex Gurgel, a comissão solicitou ainda ao presidente da Funcarte, Dácio Galvão, a realização do prêmio de fotografia Cidade do Natal, com premiação em dinheiro para os cinco primeiros lugares e menção honrosa para outros 15 fotógrafos, além de exposição dessas 20 fotografias vencedoras durante os festejos do Natal em Natal.

Impossibilitado financeiramente este ano, Dácio Galvão prometeu abertura de edital específico à Fotografia para 2015. A ideia de Alex Gurgel é ir além e criar o “Prêmio Nacional de Fotografia Bruno Bougard”. O homenageado com o nome da premiação é o alemão responsável pelo primeiro registro fotográfico do Rio Grande do Norte, quando captou uma procissão de flagelados da seca na subida da Avenida Junqueira Aires, em 1892.

O festival “Foto Riografia do Norte”, acontecerá nos dias 16, 17 e 18 de outubro, reunindo o público local, regional e nacional interessado nas diversas áreas da fotografia, seja ela autoral, fotojornalismo, natureza, publicitária, macro, retrato ou no uso da fotografia como instrumentos de inclusão social, oferecendo atividades, como: oficinas, workshops, palestras, leitura de portfólio, lançamento de livros, escambo, feirinha e exposições fotográficas para profissionais e amadores.

Criança doa brinquedos arrecadados em seu aniversário para menores queimados do Walfredo Gurgel‏

A Campanha de Doação de brinquedos, jogos e livros para a reestruturação das duas brinquedotecas do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG) continua atraindo novos adeptos. O menor, Werneck Lima de Carvalho Filho, 12 anos, compareceu ao Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) na tarde desta terça-feira (26) e surpreendeu a toda equipe de plantão. Após tomar conhecimento da campanha (que vem sendo veiculada através da imprensa) decidiu que era sua hora de contribuir e veio pessoalmente doar para as crianças internadas na pediatria do setor, todos os brinquedos ganhos no seu último aniversário.

Werneck conta que a sugestão partiu de seu pai: “ele falou comigo e disse que eu pedisse no meu grupo (de uma rede social) que todos trouxessem brinquedos. E eles trouxeram”.

A psicóloga do HMWG (e uma das idealizadoras da campanha), Laiane Cunha, foi uma das que ficaram surpresas com o gesto do garoto. “Achei fantástico. Foi muito solidário da parte dele. Crianças geralmente são muito apegadas aos seus brinquedos. Foi um momento muito especial da campanha”, afirmou.

A alegria da psicóloga foi compartilhada pelo pequeno benfeitor. Após a entrega dos presentes, Werneck disse que estava feliz em poder contribuir. “Recomendo que outras pessoas também contribuam. É muito bom poder ajudar as pessoas que precisam”, disse.

 

REABERTURA

Na próxima terça-feira (2), a partir das 10h, acontece a reabertura das duas brinquedotecas do hospital. Através da empresa Ecoflags, ambos os espaços destinados à recreação dos pequenos, vem passando por uma série de mudanças como pintura, fixação de prateleiras de mármore, nova decoração, entre outras melhorias. A revitalização dos setores também foi possível graças a contribuição da arquiteta, Paula Duarte, que elaborou e cedeu o projeto de reestruturação das salas.

Outra empresa envolvida com a campanha é a escola Open Doors. A instituição está engajada na arrecadação de brinquedos para o Walfredo Gurgel. São aceitos brinquedos destinados a crianças de 0 a 14 anos. As doações podem ser feitas na unidade do bairro de Morro Branco, na Rua Engenheiro Antônio Lira, 1770, até a próxima sexta-feira (29). Após essa data, os interessados podem entregar as doações no próprio Walfredo Gurgel, no Espaço do Servidor. Mas atenção: devido à critérios de higienização, não podem ser doados brinquedos de pano, papel ou pelúcia em função da fácil proliferação de germes e bactérias que estes matérias possibilitam. 

Hospital Giselda Trigueiro promove aula sobre o “Ebola” para profissionais de saúde

O “Ebola”, doença que está afetando alguns países do continente africano, será tema de aula a ser ministrada nesta quinta-feira (28), às 19:30h, pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), no Departamento de Infectologia, no 2º andar, do Hospital Giselda Trigueiro, que integra a rede de hospitais públicos estaduais e é referência em doenças infectocontagiosas no RN. O palestrante será o Dr. Igor Thiago Queiroz, médico infectologista do hospital. A aula será aberta para os profissionais do hospital, bem como de outras unidades que tenham interesse pelo tema.

O Ministério da Saúde se pronunciou, há poucos dias, que não há caso suspeito nem confirmado de ebola no Brasil e que o risco do ebola chegar ao país é consideravelmente baixo, já que a doença é transmitida pelo contato direto com sangue, secreções, órgãos e outros fluidos corporais de pessoas ou animais infectados. Diferentemente de outras doenças, o Ebola não é transmitido pelo ar. Os países afetados pelo vírus estão todos situados na África Ocidental.

O Ministério da Saúde recebe, diariamente, informações da OMS sobre a situação da circulação do vírus no mundo. Qualquer caso suspeito, o Brasil irá informar imediatamente à OMS e a comunicação para a população brasileira. Para acompanhar as notícias atualizadas nas redes oficiais do Ministério da Saúde, basta acessar: http://goo.gl/kaKno3”.