Hospital Santa Catarina realiza primeira captação de órgãos em 13 anos

Na manhã desta quinta-feira (22), a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) realizou no Hospital Santa Catarina a primeira captação de órgãos, naquela unidade hospitalar, em 13 anos. Foram captados rins e córneas que serão transplantados em pacientes no RN. O doador possuía 50 anos e sofreu uma encefalopatia anóxica (falta de oxigênio no cérebro) após uma parada cardíaca.

De acordo com Marcelo Bessa, enfermeiro da Organização de Procura de Órgãos (OPO), vinculada à Central de Transplantes do RN, “a doação é um ato de solidariedade, capaz de salvar vidas. Para isso, é fundamental que as pessoas comuniquem às suas famílias, em vida, sua intenção de doar”. Ele explica que além do trabalho de conscientização quanto à importância da doação junto à sociedade em geral, a OPO realiza ações de sensibilização com os profissionais dos hospitais, para que notifiquem casos de morte encefálica.

Em 2014, o Rio Grande do Norte contou com 14,5 doadores efetivos por milhão de população (pmp), número acima da média nacional, que, nesse mesmo período, foi de 13,5 doadores pmp. Além disso, o quantitativo de doadores no RN cresceu quando comparado ao ano de 2013, quando houve 13,9 doadores pmp.

Outro número que merece destaque no RN é o de transplantes de rim: Em 2014 foram realizados 65 transplantes de rim, enquanto que em 2013 foram realizados 50.

Anúncios
Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s