Cunha promete barrar legalização do aborto e regulação da mídia

O novo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), assumiu o cargo representando uma grande ameaça ao governo do PT. Logo na primeira semana de mandato o deputado instalou a CPI da Petrobrás e fez um aviso a respeito de pautas que fazem parte do projeto do governo de Dilma Rousseff para este mandato: “Aborto e regulação da mídia só serão votados passando por cima do meu cadáver”.

Cunha não está para brincadeira e deixa claro que seu papel no Congresso não é ser bonzinho. “Não tenho que ser bonzinho. Eles querem que esta seja a agenda do País, mas não é”. Além do aborto e da regulação da mídia, Cunha promete não deixar passar leis para casamento de pessoas do mesmo sexo e ainda promete avançar na discussão de uma proposta de reforma política.

Na proposta do peemedebista as empresas privadas poderão financiar campanhas, se opondo à reforma dos petistas que querem acabar com o financiamento de campanha feito por empresas privadas, o que diminuiria consideravelmente a verba recebida pelos partidos e candidatos.

Ligado à igreja Sara Nossa Terra, o deputado eleito pela quarta vez já é conhecido como inimigo do PT mesmo fazendo parte do partido aliado. Nem mesmo a reunião da última quinta-feira (5) quando ele se encontrou com a presidente Dilma foi capaz para mudar suas posições conservadoras. Os correligionários afirmam que o encontro serviu apenas para “quebrar o gelo”. Com informações Estadão

Anúncios
Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s