Boletim apresenta casos de microcefalia no RN

Boletim apresenta casos de microcefalia no RN

         A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgou nesta quinta-feira (7) o novo boletim com números da microcefalia no Rio Grande do Norte. Foram notificados 440 casos suspeitos de microcefalia relacionados às infecções congênitas. Desses, 323 são de nascimentos ocorridos em 2015, 106 são de nascimentos ocorridos até a semana epidemiológica (SE) nº26, terminada em 03 de julho, quatro foram de nascimentos ocorridos em 2014 e os demais estão entre os abortos e pré-natal.

         Os casos notificados estão distribuídos em 86 municípios do estado. Os municípios com maior número de notificações são Natal, Mossoró e Parnamirim. Do total, 261 estão sob investigação, 113 foram confirmados e 66 foram descartados.

         O aumento da prevalência dos casos de malformação foi evidenciado a partir dos meses de outubro e novembro de 2015, com tendência de diminuição nos meses seguintes.

Anúncios

Dedicação e Esmero

Dedicação e Esmero

 

 

Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque no além, para onde tu vais, não há obra, nem projetos, nem conhecimento, nem sabedoria alguma. (Ec. 9:10)

Quando eu era menino, participei num mutirão, na fazenda de meu avô Francisco. Cerca de cinqüenta homens, de fazendas circunvizinhas, ofereceram-se para ajudar a roçar o pasto. No entusiasmo de criança, tomei uma foice e me uni a alguns homens, responsáveis por um eito. Em menos de uma hora, encostei a foice, pois me sentia exausto. Continuei, porém, junto dos trabalhadores. Percebi que alguns eram diligentes; outros, nem tanto. Mas o que ficou em minha memória até hoje, foi a atitude de um homem chamado Jerônimo Baguá. Para não ficar atrás dos companheiros, ele roçava de qualquer jeito, superficialmente, deixando muito mato. Mas, na hora do almoço, o prato de Jerônimo foi o mais comentado…

Como cristãos, devemos ser diligentes. Em todas as nossas atividades, devemos aspirar à perfeição.

Os violinos Stradivarius são famosos até hoje. Atualmente, podem ser encontrados 650 violinos, 20 violoncelos e 12 violas identificados como autênticos Stradivarius. E foi entre 1700 e 1720, ou seja, entre os 56 e 76 anos, que Antônio Stradivarius produziu os melhores instrumentos. Trabalhou até os 93 anos de idade, tendo produzido, com a ajuda de Francesco e Omobono, dois de seus onze filhos, mais de 1.500 violinos.

Antônio, ainda menino, queria cantar no coral infantil da cidade de Cremona, Itália, onde nasceu. Mas não tinha boa voz. Tentou estudar violino, mas não se deu bem. Ele, contudo, queria ser bem-sucedido em alguma coisa. Pediu, então, que o Sr. Amati lhe ensinasse a fabricar violinos. Sua paixão pela música foi canalizada para o fabrico desse instrumento. E esmerou-se nesse trabalho. “Sua meta era sempre fazer com que o último violino fosse melhor que o penúltimo.” Seus violinos foram feitos para resistir ao tempo. São tecnicamente insuperáveis, apesar de todas as descobertas da ciência sobre o verniz e a madeira. Por isso, o preço de um violino Stradivarius é incalculável.

A obra da pregação do evangelho precisa de homens e mulheres diligentes como Antônio Stradivarius. Tanto o trabalho quanto a vida dos que proclamam as boas novas de salvação devem espelhar esmero, dedicação e diligência. Na eternidade, veremos o fruto de nosso trabalho: almas redimidas pelo sangue de Jesus. Elas permanecerão para sempre como troféus de nosso fervor missionário. “Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças”, é o sábio conselho de Salomão. Ecl. 9:10.

Pensamento para reflexão:

A bruma do tempo não ofusca o que é feito com amor, carinho e esmero.

Secretaria discute esquema de segurança da Festa de Sant’ana na Região Seridó do RN

Secretaria discute esquema de segurança da Festa de Sant’ana na Região Seridó do RN

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) reuniu o Gabinete de Gestão Integrada (GGI) na manhã desta quarta-feira (6) para discutir o esquema de segurança que será aplicado durante as festividades da tradicional Festa de Sant’ana que acontece entre os dias 15 e 26 de julho, no Seridó do Rio Grande do Norte. A reunião contou com a presença do prefeito de Currais Novos, Vilton Cunha, além de representantes da Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Rodoviária Federal (PRF), ITEP, e outros órgãos de segurança pública do Estado.

Durante todo o período das festividades, a cidade contará com aproximadamente 680 homens da Polícia Militar, além dos policiais do Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE) que atuarão em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Detran-RN nas fiscalizações a condutores de veículos que circularão pela cidade. A Polícia Civil também reforçará a equipe da Delegacia local com escrivães, agentes e delegados.

Além do reforço policial, a cidade contará com uma viatura de combate a incêndio do Corpo de Bombeiros Militar (CBM), médico legista do Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP) e toda estrutura do Centro Integrado de Comando e Controle Móvel (CICCM), que consiste em um caminhão com 16 câmeras, sendo 12 destas fixas, com zoom frontal de alcance de até 600 metros e outras duas câmeras com sensibilidade térmica, que conseguem identificar pessoas pelo calor do corpo.

A Secretaria de Segurança Pública ainda vai disponibilizar outro caminhão de observação que funcionará como base operacional, com 16 computadores, internet e telefones. Ele possui sistema digital de controle dos rádios e câmeras da estação de observação, além de um gerador com autonomia de operação de 12 horas.

Para o secretário de Segurança Pública, Ronaldo Lundgren, a ação integrada entre todas as forças concentradas no evento proporcionará a segurança de todos os presentes. “As ações já estão planejadas e distribuídas o que facilitará a prevenção de crimes durante todo o período do evento, garantindo assim, a segurança de todos”, disse.

O prefeito de Currais Novos, Vilton Cunha, saiu da reunião confiante de que este ano o evento terá a colaboração de todas as instituições de segurança. “A cada ano o público aumenta, e para a população local contar com todo esse reforço é fundamental para fazermos mais uma vez uma festa tranquila e grandiosa em nossa cidade”, afirma.