Semana de conscientização sobre a Luta Antimanicomial começa com várias atividades

 

A Semana de conscientização sobre a Luta Antimanicomial em Natal começa nesta segunda-feira (15) e conta com uma vasta programação de oficinas e rodas de conversas que serão abertas ao público. O evento é gratuito e acontece até o dia 18 de maio.

De acordo com o coordenador da Associação Potiguar Plural, Mario Alberto Dantas, a Semana da Luta Antimanicomial é um importante momento para sensibilizar e conscientizar a sociedade e profissionais de saúde da necessidade em se desconstruir o estigma sociocultural da loucura.

Desde 1987 quando foi instituído o dia 18 de maio como Dia de Movimento Antimanicomial, as organizações não governamentais e os serviços de saúde têm fortalecido a discussão das práticas de cuidado destinadas às pessoas em sofrimento psíquico, na perspectiva de um tratamento humanizado que busque a ressocialização e a potencialização das capacidades dos sujeitos. Tem como marco o primeiro manifesto público a favor da extinção dos manicômios durante o II Congresso Nacional de Trabalhadores da Saúde Mental realizado em 1987, na cidade de Bauru/SP. Naquela manifestação, nasceu o Movimento Antimanicomial.

Associação Potiguar Plural

Em Natal, desde 2005 a Associação Potiguar Plural tem atuado na defesa de direitos e interesses de usuários e familiares do campo dos Direitos Humanos e da Saúde Mental, na defesa da Reforma Psiquiátrica e no movimento da Luta Antimanicomial. Participa com resistência nos manicômios e ações propositivas nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e demais dispositivos da Rede de Atenção a Saúde Mental. A Plural surge por iniciativa de técnicos da Rede de Atenção Psicossocial e usuários e familiares de pessoas vivendo/convivendo com sofrimento psíquico. Em sintonia com o Movimento Nacional de População em situação de Rua e outros movimentos da sociedade civil organizada. Desde 2009 recebe a contribuição de profissionais e estudantes de Psicologia, e no início de 2014 vem sendo coordenada pelos próprios usuários e familiares, em gestão democrática e horizontal.

Em 2011 atuou no fechamento dos leitos financiados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) de um manicômio de Natal, em uma comissão efetivada pelo Ministério Público Estadual para investigar denúncias de violações dos direitos humanos. A Plural luta pela desconstrução sociocultural do estigma da loucura, dos preconceitos sobre a loucura e o lugar do louco que povoam o imaginário social, e promove grupos de

estudos sobre a Luta Antimanicomial, com debates, rodas de conversas e atividades lúdicas, e atua também como grupo de ajuda e de suporte mútuos, o que tem gerado o empoderamento e o protagonismo dos seus membros. Caracteriza-se por ser um grupo que cultiva a amizade e festiva alegria, apesar das suas dores, angústias e sofrimentos.

Confira a programação

Contatos para entrevista:

Mario Alberto Dantas Segundo – Coordenador da Associação Potiguar Plural 99956-

Anúncios
Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s