Estudantes do IFRN vencem competição e se credenciam para mostra científica nos EUA

Genius, em Nova Iorque, é a maior mostra de projetos voltados para a sustentabilidade

Os estudantes Caio Pereira e Júlia Nunes, do IFRN Natal-Zona Norte, voltaram neste sábado (28) de Novo Hamburgo/RS, onde representaram o Brasil na 32ª edição da Mostratec, considerada a maior feira de ciência e tecnologia da América Latina. Na bagagem, a dupla trouxe o primeiro lugar da categoria Engenharia e Materiais e o credenciamento para a Genius Olympiad, que será realizada em Nova Iorque, Estados Unidos, em junho de 2018.

O evento aconteceu de 23 a 27 de outubro. Para Caio, o alto nível dos concorrentes tornou a vitória ainda mais valiosa. “Foi uma grande surpresa, pois disputamos a credencial com cerca de 700 projetos do mundo todo. Sem dúvida, é uma felicidade enorme trazer essa conquista para o IFRN, enaltecendo o nosso estado, através do incentivo à pesquisa”, contou.

O Projeto Fibrocimento propõe o tratamento adequado da fibra da casca do coco verde, para aplicação em materiais de alvenaria. De acordo com o orientador do projeto, professor Roberto Lima, além da remoção de um vasto agroresíduo existente no Brasil (4o produtor mundial), agregando valor a esse rejeito, o uso da fibra reduz o peso e a densidade da alvenaria, reduzindo também a quantidade de cimento (ou gesso) utilizado na construção civil.

“A adição da fibra de coco na fabricação de material de alvenaria é uma estratégia economicamente viável e sustentável, tendo em vista a redução dos custos das construções de cisternas, coberturas e moradias, com ganho significativo em eficiência energética”, disse Caio. Segundo Júlia, a equipe constatou que, além de aumentar a resistência mecânica da alvenaria, a fibra também tem propriedades de isolamento térmico e reduz o consumo de energia elétrica.

“Mais uma vez o IFRN tem destaque com a garantia da presença de sua representação em evento mundial! Isso só reflete a excelência do ensino na Instituição, resultado do incentivo à pesquisa que estudantes e docentes recebemos dos nossos campi e da Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação”, frisou o orientador do projeto.

Além do Fibrocimento, o projeto SCHD – Spin Coater Hard Disk, de autoria de Camila Acioly, Dayrone Lima e Gabrielly Fonseca, e orientação do professor Jair Fernandes, ficou com o quarto lugar da categoria Engenharia Elétrica. Além de trabalhos do Campus Natal-Zona Norte, a Mostratec 2017 contou também com apresentação de projetos dos campi Ceará-Mirim e Parnamirim, todos focados em soluções para problemas sociais e ambientais.

A Mostra 

A Mostratec é uma feira de ciência e tecnologia realizada anualmente pela Fundação Liberato, em Novo Hamburgo/RS, que se destina à apresentação de projetos de pesquisa em diversas áreas do conhecimento humano, realizados por jovens cientistas do ensino médio e da educação profissional de nível técnico de todo o Brasil e do exterior. ​

Atenciosamente,

Assessoria de Comunicação Social e Eventos

Reitoria | IFRN

(84) 4005-0757

Foto cedida pela equipe

Anúncios

11º Anuário Brasileiro de Segurança Pública

Em relação aos dados divulgados pelo 11º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, elaborado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, levando em consideração a variação entre 2015 e 2016, a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) destaca os seguintes pontos:
Dados da Pesquisa
A pesquisa foi dividida em quatro grupos: O Grupo 1 das Unidades da Federação com dados de homicídios de boa qualidade e aderência à proposta de Bogotá; Grupo 2 das Unidades da Federação com nível intermediário de qualidade da informação; Grupo 3 das Unidades da Federação que precisam aperfeiçoar suas informações sobre homicídios; e Grupo 4 das Unidades da Federação que não responderam ao formulário de solicitação de dados e cuja qualidade da informação não pode ser analisada.
Nesse quadro, o Rio Grande do Norte aparece no Grupo 1, confirmando o compromisso de transparência com os dados da segurança pública do Estado.
5ª maior redução no latrocínio
O Rio Grande do Norte aparece na 5ª colocação entre os Estados que mais reduziram os números de latrocínio (roubo seguido de morte) durante o período. De 58 casos em 2015, passou para 48, uma redução de 18%. A taxa para cada 100 mil habitantes passou de 1,7 para 1,4. Nesse quesito, o RN fica atrás apenas de Roraima, Paraíba, Amapá e Acre.
Crimes contra o patrimônio
No que diz respeito aos Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVP), que engloba casos de roubos em geral, como comércios e residências, o Rio Grande do Norte apresenta a 9ª menor taxa do país, com 709,1 ocorrências para cada 100 mil habitantes.
Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI)
Em relação aos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), se o Rio Grande do Norte aparece na segunda colocação do ranking – com uma taxa de 56,9 para cada 100 mil habitantes – levando em consideração apenas as capitais, Natal surge em 5º, com uma taxa de 62,2.
“Nossa colocação em relação aos crimes contra o patrimônio e a redução dos latrocínios reafirma o que já esclarecemos em diversas oportunidades: o crescimento do CVLI tem ligação direta com as brigas entre as facções criminosas no Rio Grande do Norte alimentadas pelo tráfico de drogas (de acordo com dados da Sesed, cerca de 80% dos CVLIs estão relacionados com o tráfico de drogas). Estamos combatendo em diversas frentes, desarticulando as organizações  por meio do setor de Inteligência e trabalhando com as Polícias Civil e Militar no combate ostensivo a esses grupos dentro das comunidades. Continuaremos com o nosso trabalho de enfrentamento. Não vamos retroceder”, declarou a secretária de segurança, Sheila Freitas.

Depois da Grande Natal, Sesap conclui mais uma plano de combate à obesidade

Depois da Região Metropolitana de Natal, que concentra a maior quantidade de pessoas com problema de obesidade no RN e foi a primeira a receber o Plano de Combate ao Paciente com Sobrepeso, agora foi a vez da 1ª Região de Saúde, com 27 municípios e cerca de 383 mil habitantes. A equipe técnica de Alimentação e Nutrição da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap RN) acaba de concluir e entregar o documento Linha de Cuidado do sobrepeso e da obesidade para esta região.

A Linha de Cuidado define a organização dos serviços e as ações que devem ser desenvolvidos nos diferentes pontos – primário, secundário e terciário – da rede, e nos sistemas de apoio. Nesta região, assim como no restante da população em todo o País, segundo dados do IBGE (2010), o excesso de peso vem crescendo devido a mudanças nos padrões alimentares, com elevado percentual de alimentos ricos em açúcar, gorduras saturadas, trans e sal, além do baixo consumo de carboidratos complexos e fibras. Entre outras doenças, a obesidade está relacionada a 13 tipos de câncer.

Com relação ao combate à doença, a Sesap tem o papel de monitorar e avaliar as ações executadas pelos municípios. O Estado elabora a cartilha, os documentos gerais e o guia alimentar para a população, mas são os municípios quem tem que executar as ações de atenção básica para 80% dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). A atenção básica ou atenção primária em saúde é conhecida como a “porta de entrada” dos usuários nos sistemas de saúde. Ou seja, é o atendimento inicial, que oferece orientações sobre a prevenção de doenças, soluciona os possíveis casos de agravos e direciona os mais graves para níveis de atendimento superiores em complexidade.

 “Demos o apoio às Unidades Regionais de Saúde (Ursaps), mas agora é preciso que os municípios passem a ter um olhar para o enfrentamento da obesidade, para que também atenuem os custos e a letalidade, já que o problema desencadeia várias doenças crônicas”, explica a nutricionista da equipe técnica de Alimentação e Nutrição da Sesap, Mychelle Kytchia, uma das elaboradoras da Linha de Cuidado, que tem a participação da equipe do município e da secretaria estadual.

Ela explica que cada município participou da construção do plano, munindo de informações necessárias como, por exemplo, a quantidade de profissionais e formação das equipes. Com a entrega do documento, a Sesap passa a monitorar se as ações estão sendo executadas de acordo com o que preconiza o Ministério da Saúde. Com o plano, os pacientes são orientados quanto aos procedimentos e medicamentos a que tem direito pelo SUS.

1ª Região de Saúde

Com cerca de 383 mil habitantes, a 1ª Região de Saúde é formada pelos 27 municípios: Arês, Baía Formosa, Brejinho, Canguaretama, Espírito Santo, Goianinha, Jundiá, Lagoa DÀnta, Lagoa de Pedras, Lagoa Salgada, Montanhas, Monte Alegre, Monte das Gameleiras, Nísia Floresta, Nova Cruz, Passa e Fica, Passagem, Pedro Velho, Santo Antônio, São José de Mipibú, Senador Georgino Avelino, Serra de São Bento, Serrinha, Tibau do Sul, Varzea, Vera Cruz e Vila Flor.

Para mais informações e entrevista

Mychelle Kytchia – Nutricionista da equipe técnica de alimentação e nutrição da Sesap

Área Técnica de Alimentação e Nutrição

ATAN/SUAS/CPS/SESAP-RN
(84)3232-5806/98726.1324/998187513

Senac RN lança Concurso Popular de Gastronomia

Inscrições estão abertas até 24 de outubro

 

Natal/RN, 19 de outubro de 2017 –  Com o objetivo de incentivar aspirantes a cozinheiros, o Senac RN abriu inscrições para o Concurso Popular de Gastronomia: Cozinhando no Senac. A ação integra a programação do Natal Fest Gourmet, evento que abrirá as comemorações do Natal em Natal.

 

Até o dia 24 de outubro, as inscrições podem ser realizadas via Internet, através do e-mailcozinhandonosenac@rn.senac.br. Os interessados devem enviar ficha de inscrição; link para acesso a um vídeo de até cinco minutos, onde apresente um prato principal de sua autoria, e explique o motivo pelo qual quer ser um cozinheiro; bem como encaminhar ficha técnica ou receita do prato desenvolvido.

 

Após triagem de uma comissão técnica, serão selecionados 10 candidatos, com idade mínima de 18 anos. Não é necessário ter experiência profissional na área.

 

O Regulamento com todos os detalhes e Ficha de Inscrição estão disponíveis no site www.rn.senac.br. O concurso será dividido em quatro etapas: Avaliação do Vídeo de Inscrição e Apresentação de Prato, no Senac; e Apresentação de Risoto de Camarão e Caixa Surpresa, no Natal Fest Gourmet.

 

O primeiro e o segundo colocados serão premiados com bolsa integral para os cursos de Cozinheiro e Técnicas de Confeitaria, respectivamente. Já o terceiro e quarto lugares, serão premiados com um kit de livros da Editora Senac.

 

Saiba Mais – O Natal Fest Gourmet será realizado na praça Augusto Severo, na Ribeira, com uma programação que celebrará a culinária potiguar de forma acessível ao público, entre os dias 2 e 4 de novembro.

 

O evento contará com praça gastronômica, serviço de restaurantes e menus especiais, concursos, palestras, oficinas na Arena Senac de Gastronomia e exposição de produtos gastronômicos. Completam a programação os shows musicais e uma galeria de arte com exposição de 30 trabalhos de 15 artistas visuais, sob a curadoria de Vatenor Oliveira.

Disque Denúncia da Sesed ganha novo número de WhatsApp

Disque Denúncia

Uma das principais ferramentas oficiais da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) que auxiliam no combate ao crime, o Disque Denúncia 181 ganhou um novo número de WhatsApp.
A população pode fazer denúncias através do aplicativo pelo número (84) 98132-6057, podendo enviar, além das informações, fotos e vídeos. Assim como o 181, o horário de funcionamento é das 6h até meia noite.
“Como o WhatsApp traz a possibilidade de envio de outras mídias, acaba ajudando o trabalho de investigação policial, facilitando na identificação de uma residência, por exemplo”, destacou o delegado Marcílio Bezerra, coordenador de inteligência da Sesed.
Assim como a ligação feita pelo telefone, a Sesed garante que a privacidade do denunciante será mantida. Os dados recebidos pelo atendente são enviados para o setor de inteligência das forças de segurança do Estado, que irá analisar a veracidade dos dados. Dependendo do teor do que foi repassado, os policiais que estão trabalhando nas ruas são acionados.
Cerca de 500 denúncias são recebidas pelo serviço todos os meses, o que tem resultado em aproximadamente 20 prisões mensais – como de foragidos da Justiça e traficantes – além da apreensão de drogas, armas e veículos.

TJRN sequestra 1ª parcela de R$ 13 milhões da conta do Estado para pagamento de precatórios

 

O Tribunal de Justiça determinou o sequestro de R$ 52 milhões das contas do Estado do Rio Grande do Norte para o pagamento de precatórios, em quatro parcelas de R$ 13 milhões no final de cada mês, de setembro até dezembro. O valor total refere-se ao que o Estado deixou de repassar em 2016 ao TJRN para a quitação desse débito junto aos credores (servidores da ativa e aposentados, professores e empresas, por exemplo). Nesta quarta-feira (4), a primeira parcela de R$ 13 milhões será depositada na Conta Judicial para pagamentos de Precatórios do Tribunal.

A determinação foi feita pela Presidência do TJ potiguar em 31 de agosto, com isso o Tribunal de Justiça deu ainda um mês para que o Estado se preparasse para cumprir com a obrigação de transferir a primeira parcela. Em 29 de setembro, como o Estado não liberou nenhuma quantia para o pagamento de seus débitos, o dinheiro foi sequestrado das contas do Estado.

O juiz coordenador da Divisão de Precatórios do TJRN, João Afonso Morais Pordeus, observa que este processo foi iniciado em maio de 2016, quando o Estado deixou de repassar os valores mensais para o pagamento dessas dívidas oriundas de decisões judiciais. O Estado ingressou na Justiça e obteve a concessão de um mandado de segurança para que repassasse os valores de forma anual, o que não cumpriu ao final de dezembro de 2016.

Após isso, em 25 de abril de 2017 o TJ potiguar, o Tribunal Regional do Trabalho e a Justiça Federal no Rio Grande do Norte, buscaram um acordo com o Estado, que ofereceu apenas o repasse de R$ 500 mil, como proposta, quando o valor mensal deveria ser superior a R$ 8 milhões. “A Presidência ao determinar o sequestro fez a sua obrigação constitucional e deu a ordem para o sequestro dos valores não honrados pelo Estado, em 2016”, ressalta João Pordeus.

As quatro parcelas estabelecidas pela Presidência foi uma medida para não impactar o Estado, em um momento de dificuldade financeira, mas também sem deixar que os credores fiquem sem receber seus créditos de precatórios.

Dos R$ 13.030.626,71 bloqueados, R$ 11.285.834,45, correspondente a 86,61% do valor será utilizado pelo Tribunal de Justiça e o restante será repassado à Justiça Federal (R$ 74.274,63) e ao Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (R$ 1.671.830,69) para o pagamento de precatórios referentes as suas jurisdições.