Gestão Colegiada do Giselda Trigueiro é referência fora do estado

A Experiência de Gestão Colegiada desenvolvida no Hospital Giselda Trigueiro (HGT) foi apresentada durante o I Encontro dos Colegiados Gestores do Piauí, ocorrido nesta segunda-feira, dia 18, na capital do Estado, Teresina. A apresentação foi feita pela diretora geral do HGT, Milena Martins, que participou do evento a convite da Secretaria de Estado da Saúde do Piauí. O evento reuniu 115 trabalhadores e diretores de unidades hospitalares daquele estado.

Na busca de um novo modelo de atenção e gestão, o HGT vem trabalhando dentro do modelo de gestão participativa (cogestão), procurando redirecionar o atendimento ao usuário numa visão mais qualificada e humanizada da atenção.

O hospital vem promovendo mudanças nos processos de trabalho, na gestão e na atenção, através da valorização e estímulo à participação dos servidores e usuários no planejamento das ações, com o fortalecimento de pontos como: implantação do modelo de gestão participativa com modificações no modo de gerenciamento, sensibilizando os profissionais envolvidos no processo de trabalho para uma mudança de comportamento e compartilhamento dos vários saberes; construção de projetos coletivos para que seja possível identificar a qualidade da assistência prestada através de indicadores pactuados; consolidação e ampliação das diretrizes da Política Nacional de Humanização dentro da instituição e implantação de colegiados gestores nas unidades, bem como a criação de estratégias para a responsabilização e vinculação das equipes com os usuários.

Anúncios

Testemunhas de Jeová se modernizam e investem em “evangelização online”

Embora muitas igrejas evangélicas ainda não tenham se engajado totalmente no mundo moderno, cada vez mais virtual e interativo, as seitas parecem ter despertado para o alcance das mídias eletrônicas. Pouco tempo após os mórmons terem preparado um verdadeiro “exército virtual” para evangelização online, agora são as Testemunhas de Jeová que dão um grande passo nessa direção.

Embora em termos teológicos o que eles fazem é “proselitismo”, preferem utilizar o termo bíblico “evangelização”. Desde o início de agosto, as Testemunhas de Jeová começaram uma campanha mundial para divulgar o seu site oficial, o jw.org.

Para isso, estão distribuindo nas casas um novo folheto que tem por título “Onde Encontrar as Respostas mais Importantes da Vida?”. J. R. Brown, porta-voz da seita com sede mundial em Nova York, declarou: “Estamos muito animados com essa campanha. Existem cerca de 8 milhões de Testemunhas de Jeová em todo o mundo, e todos nós vamos falar desse site para as pessoas. Essa pode ser a maior campanha que nós já organizamos.”

Alardeando ser o site “mais traduzido do mundo”, o jw.org está disponível em cerca de 500 idiomas, algo que nenhum outro site conseguiu até agora. Também são disponibilizadas publicações da seita para download em quase 700 idiomas. Para efeitos de comparação, o Google oferece suporte para 71 idiomas, enquanto a Wikipédia traz conteúdo em 287 traduções.

O número de acessos do site gira em torno de um milhão de pessoas por dia. É pouco se comparado aos grandes portais, mas uma marca considerável para um grupo que durante décadas ficou famoso pelas visitas individuais, indo de casa em casa com sua literatura.

O uso da tecnologia mostra que o grupo religioso procura se reinventar com uma roupagem mais moderna. Além de artigos, o site traz vídeos formatados para pessoas de diferentes idades e formações, incluindo material especialmente desenvolvido para crianças.

O novo folheto, por exemplo, traz um código QR que pode ser lido com qualquer smartphone, levando a um vídeo intitulado “Por que estudar a Bíblia?”, já disponível em 450 idiomas e que foi baixado aproximadamente 4 milhões de vezes desde o seu lançamento.

Um dos aspectos que chamam atenção é que o trabalho de tradução da página oficial das Testemunhas de Jeová é feito por centenas de voluntários. Para cada idioma, há uma equipe de membros das Testemunhas de Jeová que fazem a tradução dos textos originais em inglês.

Os investimentos parecem dar resultado. A empresa Alexa, especializada em medir os acessos à internet, elabora seguidamente rankings dos sites mais visitados. Na categoria “Religião e Espiritualidade” existem cerca de 87 mil sites. Entre esses, estão os sites oficiais das principais grupos cristãos do mundo. Atualmente, o jw.org ocupa o segundo lugar, perdendo apenas para o site BibleGateway, que oferece online centenas de traduções da Bíblia. O terceiro lugar pertence aos mórmons. Saiba mais sobre a seita Testemunhas de Jeová.

Palestinos perdem a confiança no Hamas pela situação na região

Os ataques na Faixa de Gaza deixaram mais 2 mil mortos entre os palestinos além de destruir bairros e atrapalhar a vida de milhares de pessoas que sofrem pela escassez de água e energia elétrica.

Por mais que sejam contra Israel, os palestinos estão começando a criticar o Hamas e outros militantes acusando-os da situação precária deixada pela guerra. O jornal O Globo divulgou o depoimento de Ziad Abu Halool, um funcionário do governo que pede pelo fim dos ataques do Hamas contra Israel.

“Todas as facções palestinas deveriam parar de disparar foguetes. Já chega. Estamos sofrendo”, disse ele. Halool afirmou que odeia Israel, mas agora culpa o Hamas pelas tragédias de sua vida.

Outros palestinos começam a criticar o Hamas, mesmo tendo na guerra a única opção para alcançar o fim dos bloqueios econômicos mantidos por Israel e Egito. Acontece que a população está magoada com os resultados negativos que os ataques trouxeram para a região.

Segundo o analista político Mkhaimer Abusaada, da Universidade Al-Azhar, se o Hamas não reconstruir Gaza antes das eleições palestinas, isso poderá resultar de forma negativa no resultado das urnas.

Casas destruídas, falta de energia, de água potável, escolas bombardeadas e mais de 10.190 feridos são a herança deixada pelos ataques que ainda não se findaram. Somado a isso está a economia local paralisada pela falta de abertura internacional, fruto de um acordo entre Israel e Egito que prejudicam a vida dos palestinos.

Com tudo isso o Hamas vai perdendo o apoio dos palestinos, principalmente agora quando o número de mortos passa para 2.016. “Todos sussurram ‘por que o Hamas não aceitou a iniciativa egípcia no início do conflito, quando o número de vítimas ainda era baixo?’”, disse o Hani Habib, analista político e jornalista palestino ouvido pelo jornal O Globo.

“Estamos cansados. Não temos o poder necessário para lutar contra os israelenses. Sentados em seus escritórios em Israel, eles podem destruir toda a Faixa de Gaza por controle remoto”, disse o palestino Rafaat Shamiya, de 40 anos.

Marina Silva seria presidente em segundo turno contra Dilma, diz Datafolha

A nova pesquisa realizada pelo Datafolha mostra que a Marina Silva, candidata à presidência da República pelo PSB, já aparece em segundo lugar das intenções de voto passando em 1% as intenções de voto para o candidato Aécio Neves (PSDB).

No primeiro turno a presidente Dilma Rousseff (PT) teria 36% dos votos, Marina 21% e Aécio 20%. No segundo turno a candidata do PSB ultrapassaria Dilma e ganharia a eleição com 4 pontos percentuais a mais que a atual presidente do Brasil.

A simulação do segundo turno feita entre Dilma e Marina mostra que a candidata do PSB ganharia as eleições com 47% dos votos, e Dilma teria 43%. O Datafolha não pesquisou um possível resultado entre Marina e Aécio, mas entre Dilma e Aécio a atual presidente venceria com 47% dos votos e o tucano teria 39% dos votos válidos.

Para chegar à essa conclusão o Datafolha ouviu 2.843 pessoas de 176 municípios nos dias 14 e 15 de agosto. A margem de erro da amostragem é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

A nova pesquisa Datafolha sobre as eleições presidenciais mostra uma grande diferença entre as intenções de voto no mês passado quando Dilma ganhava por 36% dos votos, Aécio tinha 20% e Eduardo Campos tinha 8%.

Com a morte do ex-governador de Pernambuco, vítima de um acidente aéreo que matou oito pessoas na última semana, Marina Silva foi escolhida para disputar a vaga de Presidente e já aparece como uma das favoritas dos eleitores brasileiros.

A pesquisa divulgada foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00386/2014 e apresenta também a quantidade de votos que todos os presidenciáveis teriam.

Confira:

– Dilma Rousseff (PT): 36%
– Marina Silva (PSB): 21%
– Aécio Neves (PSDB): 20%
– Pastor Everaldo (PSC): 3%
– Outros: 2%
– Brancos/nulos/nenhum: 8%
– Não sabe: 9%

Banco do Nordeste anuncia finalistas do Prêmio de Jornalismo e abre inscrições para nova edição

Fortaleza (CE) – 18 de agosto de 2014 – O Prêmio Banco do Nordeste de Jornalismo em Desenvolvimento Regional – 2013 divulgou relação de finalistas, que disputam premiações nacionais e regionais não cumulativas. Os vencedores de cada modalidade serão conhecidos em evento a ser realizado em novembro, em Fortaleza.

A edição de 2013 recebeu 130 inscrições válidas, com cerca de 300 profissionais e estudantes, oriundos de veículos e jornais laboratórios situados no Nordeste e estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Minas Gerais e Espírito Santo .

Confira a relação dos finalistas:

Mídia Impressa-Texto

• Adriana Guarda e Equipe – Outro Sertão é possível (Jornal do Commercio – PE);

• Lauriberto Carneiro Braga e Equipe – Na dianteira do crescimento (O Estado de São Paulo – SP);

• Mariana Segala – Retirada para o Nordeste (Carta Capital – SP);

• Paulo Vitor Silva do Nascimento – O futuro da indústria potiguar (Novo Jornal – RN);

• Severino Carvalho Gomes – Uma outra forma de fazer turismo no Brasil (Gazeta de Alagoas – AL)

Mídia Impressa-Foto

• Fábio Lima – A peleja da Água (Jornal O Povo – CE);

• Ney Douglas Marques – O futuro da indústria potiguar – Novo Jornal (RN)

• Teresa Maia – À margem do Progresso (Diário de Pernambuco – PE);

Mídia Eletrônica-TV

• Alessandro Manso Torres e Equipe – Sertão de Empreendedores (TV Verdes Mares – CE);

• Francisco das Chagas Sales Júnior – Empresa Viva (Intertv Cabugi – RN);

• Thiago Correia e Equipe – O Piruliteiro (TV Pajuçara – AL);

• Wendell Rodrigues – Série Exemplos (TV Correio/Record – PB);

Mídia Eletrônica-Rádio

• Emanuel Weslley e Lucas dos Santos – Aterro sanitário da região metropolitana do Cariri (UFCA);

• Erick França – Novas Formas de Negócio (Jangadeiro FM – PE);

• Giuliano Martins Porto de Souza e Equipe – Suco de Laranja com Limão (Rádio Difusora de Alagoas – AL);

• Tárcio Araújo – Sonhar não custa nada, se qualificar também não (95 FM – RN);

• Vanessa Sonaly de Oliveira – Caminhos do Seridó – UERN

Mídia Eletrônica-Internet

• Anamaria Nascimento – Carbono Zero (Diário de Pernambuco – PE);

• Esdras Marchezan Sales – Resistência em Palmares (Portal no Ar – RN);

• Patrícia Basílio – Paraíba é 2ª colocada em sobrevivência de pequenas empresas (iG – SP).

• Regina Carvalho – Mercado de Franquias (Gazeta Web – AL);

• Renata Rayane Moura da Silva Rodrigues – Costurando o desenvolvimento (Tribuna do Norte – RN);

Lançada edição de 2014

Os interessados em concorrer à edição de 2014 podem realizar suas inscrições no site http://www.bnb.gov.br, onde estão disponibilizados regulamento, ficha de inscrição e outras informações.

O objetivo do Prêmio é incentivar o debate sobre aspectos do desenvolvimento regional nordestino. A premiação contempla reportagens publicadas em veículos impressos (texto e foto) e eletrônicos (rádio, tv e internet) ao longo do ano. Concorrem reportagens de todo o País, que tratem da temática, podendo participar profissionais e estudantes de Jornalismo.

Os trabalhos e os formulários de inscrição devem ser enviados por meio de correio para o Ambiente de Comunicação do Banco do Nordeste do Brasil, na Av. Silas Munguba, 5.700 – Bloco D-1 Térreo – Bairro Passaré – Fortaleza-CE. CEP 60.740-000. Como critério de validade, será considerada a data da postagem.

Inscrições abertas para estágio de Direito em Natal, Mossoró, Pau dos Ferros e Assu‏

Inscrições abertas para estágio de Direito em Natal, Mossoró, Pau dos Ferros e Assu

O Ministério Público Federal abriu inscrições para o processo seletivo de estagiários de Direito destinado à Procuradoria da República no Rio Grande do Norte (PR/RN), localizada em Natal; e ainda às Procuradorias da República nos Municípios (PRMs) de Mossoró, Assu e Pau dos Ferros. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas até 27 de agosto, na sede da unidade para a qual o candidato deseja concorrer, das 10h às 15h.

O edital com todo conteúdo programático, o formulário de inscrição e os detalhes do processo estão disponíveis através do link “Concursos/Estagiários/2014”, no site da PR/RN (http://www.prrn.mpf.mp.br). A jornada semanal é de 20 horas e dá direito a uma bolsa mensal no valor de R$ 800 e ainda auxílio-transporte de R$ 7,00 por dia estagiado.

Os interessados devem preencher e entregar impresso o formulário de inscrição. Os candidatos devem apresentar ainda a carteira de identidade e CPF (original e cópia); declaração de matrícula expedida pela instituição de ensino conveniada; e histórico escolar (detalhado e atualizado), em que conste o total da carga horária/créditos exigidos para a conclusão do curso e o total já cumprido.

Os pré-requisitos para inscrição incluem estar matriculado na instituição conveniada (confira lista ao final); ter concluído, no período da inscrição, pelo menos 40% da carga horária ou dos créditos necessários do curso; e não ser concluinte do mesmo curso neste segundo semestre de 2014. Serão reservadas vagas a candidatos que se declarem portadores de deficiência (que terão de apresentar o devido laudo médico); bem como para as minorias étnico-raciais.

Assu – Excepcionalmente, quem desejar participar da seleção para a PRM Assu deverá apresentar sua inscrição na PRM Mossoró. Em caso de impossibilidade de comparecimento, o candidato ao estágio em Assu deve encaminhar a documentação para o e-mail prrn-rh@prrn.mpf.gov.br com a indicação de um número de telefone válido, para confirmação dos dados.

Provas – A provável data das provas é 28 de setembro, das 9h às 13h. O local será divulgado no site da PR/RN e os portões de acesso serão fechados 15 minutos antes do horário de início. Não será permitida consulta a qualquer tipo de texto. A prova objetiva constará de 40 questões de conhecimentos específicos em Direito, valendo 0,25 pontos cada. Serão eliminados aqueles que não obtiverem 5,0 pontos.

Somente serão corrigidas as provas subjetivas dos candidatos que na prova objetiva obtenham classificação até: 110ª posição para Natal; 15ª para Assu; 20ª para Mossoró; e 15ª para Pau dos Ferros. Havendo empate na última posição da prova objetiva, serão corrigidas as provas dos candidatos que obtenham a mesma nota, podendo ser ultrapassado o limite estabelecido.

A prova discursiva consistirá na elaboração de dissertação, análise e interpretação ou elaboração de peça ou texto jurídico, composta de uma a quatro questões, e irá avaliar, além dos conhecimentos jurídicos, a capacidade de expressão na modalidade escrita, coerência textual e correção gramatical e ortográfica, recebendo nota de zero a dez.

Para o cálculo da média utilizada na classificação final, a prova objetiva terá peso 1 e a subjetiva peso 2. Serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem a nota mínima 5,0. Os critérios de desempate serão, por ordem de prioridade: maior nota na prova discursiva; o menor número de semestres cursados; e a maior idade.

Nomeações – A aprovação não gera o direito à contratação do estagiário, que poderá ser ou não realizada, segundo a necessidade, a conveniência e a oportunidade, a critério de cada unidade do MPF. O processo seletivo tem validade de um ano, podendo ser prorrogado por mais um ano.

Os aprovados neste processo seletivo somente serão convocados depois de nomeados todos os candidatos ou depois de vencido o prazo de vigência do processo seletivo regido pelo EDITAL PR/RN – ESTÁGIO DIREITO Nº 01/2013, homologado em 24 de maio de 2013.

Locais para inscrição

Procuradoria da República no Rio Grande do Norte (PR/RN)

Av. Deodoro da Fonseca, 743, Tirol, Natal-RN (84 3232-3995)

Procuradoria da República em Mossoró (PRM Mossoró)

Rua Filgueira Filho, 9, Costa e Silva, Mossoró-RN (84 3312-0487)

Procuradoria da República em Assu (PRM Assu)

Rua Filgueira Filho, 9, Costa e Silva, Mossoró-RN (84 3312-0487)

Procuradoria da República em Pau dos Ferros (PRM Pau dos Ferros)

Av. Getúlio Vargas, 1911, Centro, Pau dos Ferros-RN (84 3351-3600)

Instituições conveniadas

– Centro Universitário do Rio Grande do Norte – Uni-RN;

– Centro Universitário Facex – UniFacex;

– Faculdade Estácio de Natal – FAL;

– Faculdade Evolução do Alto Oeste Potiguar – FACEP;

– Faculdade Mater Christi – FMC;

– Faculdade Maurício de Nassau de Natal – FMN;

– Faculdade Natalense de Ensino e Cultura – FANEC;

– Instituto de Ensino Superior do Rio Grande do Norte – IES-RN;

– Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN;

– Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN;

– Universalidade Federal Rural do Semi-Árido – UFERSA;

– Universidade Potiguar – UnP.

http://www.prrn.mpf.mp.br/grupo-asscom/noticias-internet/inscricoes-abertas-para-estagio-de-direito-em-natal-e-outras-tres-unidades-do-mpf

Assessoria de Comunicação
Procuradoria da República no RN
Fones: (84) 3232-3960 / 9119-9675

“Israel não vai mais existir se baixar suas armas”, diz rabino-chefe

O rabino-chefe dos judeus ortodoxos da Grã-Bretanha, Ephraim Mirvis, afirmou que, ao atacar Gaza, Israel defendeu seus cidadãos e se desistir dos ataques deixará de existir.

A declaração foi dada à BBC inglesa e divulgada no Brasil pela Veja que destacou as falas de Mirvis ao justificar os ataques de Israel em Gaza, bombardeios que mataram mais de 1.900 palestinos.

Para ele, que também é chefe do Commonwealth, a ofensiva militar “defendeu de maneira compreensível e justificável os seus cidadãos” e “Israel não vai mais existir se baixar suas armas”.

“Israel enfrentou um ameaça clara e direta de destruição de vidas israelenses por causa do disparo de mais de 3.000 foguetes contra centros populacionais”, disse Mirvis. O rabino lembrou que o escudo antimíssil conseguiu evitar que o número de mortos em Israel fosse maior que os de Gaza.

Ao comentar sobre o número de mortos do lado palestino, Mirvis afirmou que nenhuma guerra é limpa e que o resultado causa muita dor nos judeus. “Infelizmente, guerras não são limpas. Guerras são feias e no meio das guerras algumas vezes alguém pode errar o alvo, o que foi o que aconteceu nesse caso”.
Protestos antissemitas aumentam na Grã-Bretanha

Na Grã-Bretanha dezenas de pessoas saíram às ruas para protestar contra a ação israelense em Gaza. No meio dos discursos de paz foram vistos atos antissemitas, o que preocupou os judeus que vivem na região.

“As implicações do que acontece lá estão agora respingando nas ruas das nossas cidades, e nós estamos profundamente preocupados com o nível do antissemitismo aqui. E nós não estamos sozinhos”, disse o rabino.

Mirvis, porém, deixou claro que as críticas contra a ação militar em Gaza não constituem necessariamente em antissemitismo, mas ele entende que os ataques podem aumentar a insegurança dos judeus na Grã-Bretanha.